fbpx

A ascensão do Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo - Consultório do Marketing - Washington Coutinho

Estamos em meio a um grande momento de mudança no mundo e o Marketing de Conteúdo aparece com um crescimento constante.

Com a abundância de informação trazida pela internet se torna cada vez mais fácil de adquirir conhecimentos.

Assim como os conteúdos organizados se tornam cada vez mais importantes para a construção de aprendizados consolidados.

Com isso, a curadoria e os cursos se tornam uma forma de filtragem de conteúdos importantes para quem busca adquirir uma nova habilidade ou conhecimento.

Ou para pessoas que desejam se aperfeiçoar em algo que já fazem.

E uma das estratégias utilizadas por muitas empresas para ajudar na tomada de decisão dos consumidores em relação aos seus produtos é o Marketing de Conteúdo.

Quais os benefícios do Marketing de Conteúdo?

Para entender melhor a motivação de diferentes empresas estarem entregando conteúdos gratuitamente vamos para alguns efeitos que gera no possível cliente.

Primeiramente ao consumir algo gratuitamente acionamos um comportamento humano comum o de retribuir pelo que lhe foi “dado”.

Essas formas de retribuir podem ser desde um engajamento com o conteúdo como: Curtir, comentar, salvar, compartilhar…

Até outros comportamentos mais complexos como pagar por outros conteúdos, produtos ou serviços daquele fornecedor.

Além desse sentimento de estar em dívida com a pessoa que te entregou o conteúdo gratuitamente.

Quando o conteúdo possui uma entrega de valor clara que gera resultados para quem o consumiu a pessoa/empresa que o produziu passa a ser vista como referência.

Assim a estratégia de conteúdos de valor pode trazer novos clientes.

Além disso é possível fazer conteúdos que atuem em cada etapa do funil de vendas, auxiliando na tomada de decisão de um consumidor.

Exemplo:

Uma empresa de calçados está tendo dificuldades no tempo de atendimento de cada cliente e perdendo clientes pela falta de vendedores para atendê-los.

Ao perceber que está tendo dificuldades e perdendo potenciais clientes o empreendedor busca no Google: “Como melhorar o atendimento?”

E em um blog ele encontra um artigo que fala sobre os fatores que vão além do atendimento do vendedor.

Falando sobre uma parte que pode estar sendo ignorada no processo: A gestão de estoque pode estar consumindo tempo do vendedor. E ele não consegue encontrar o sapato que o cliente deseja rapidamente.

Após consumir esse conteúdo ele percebe que de fato os vendedores estão com dificuldades para buscar os sapatos solicitados pelo cliente.

Logo ele volta naquela fonte que havia lido anteriormente e descobre um Ebook falando: Como fazer uma gestão de estoque eficiente.

E então ele baixa aquele ebook e deixa o seu e-mail lá com informações sobre o ramo que ele atua.

Com isso entra em uma lista de e-mail marketing e passa a receber mais conteúdos relacionados gratuitamente.

Ao ver o resultado daquelas estratégias o empreendedor busca o que de fato a empresa faz.

E adivinhe só? É um software de gestão de estoques.

Qual a chance dele contratar esse software após consumir aqueles conteúdos anteriores?

E qual seria a chance de antes dele perceber que o problema estava no tempo em que os vendedores ficavam no estoque ele ter contratado o mesmo software?

O Marketing de Conteúdos nas Redes Sociais

Muitas empresas utilizam a estratégia de marketing de conteúdos entregando valor através de suas redes sociais.

Inclusive na semana passada falei sobre: Quais redes sociais geram mais resultados e você pode conferir clicando aqui.

No entanto um fator importante que foi trazido no exemplo anterior é o uso do e-mail marketing como forma de comunicação.

Como estamos em um mundo com abundância de informação o quão mais próximo e direto você estiver do consumidor melhor é…

Por isso algumas empresas estão utilizando o Whatsapp e Telegram para terem uma conversa mais direta com seus clientes.

Logo as Redes Sociais podem exercer um papel importante na jornada de consumo dos conteúdos por parte dos clientes.

No entanto, outras ferramentas para continuar e tornar mais próxima a comunicação devem ser implementadas em conjunto.

Não adianta ter muito conteúdo em uma rede social e o algoritmo dela mudar e você ter um alcance menor daquelas pessoas interessadas no seu conteúdo.

Portanto é importante ter o máximo de controle sobre como a sua audiência chega até você.

Lembre-se: Rede Social é um terreno alugado, o dono dele é o Facebook, Instagram, Linkedin, Tiktok, etc.

Portanto uma hora os termos do aluguel pode mudar, então ferramentas como listas de e-mail, transmissão via whatsapp, grupos no telegram, etc trazem maior proximidade e controle sobre a entrega para a audiência.

Conteúdos Temporais ou Atemporais?

Aplicando um treinamento sobre estratégias de crescimento exponencial (Growth Marketing) essa foi uma das perguntas:

É melhor eu produzir um conteúdo temporal, ou seja, sobre algo específico atual ou um conteúdo atemporal, que em qualquer momento pode ser consumido?

E essa é uma estratégia que é bem discutida em relação ao Marketing de Conteúdo…

A resposta: Você precisa ter os dois tipos de conteúdos.

Falar sobre a polêmica do “Isolamento Horizontal ou vertical” pode ser um assunto que daqui 6 meses não gera mais interesse, no entanto neste momento é do interesse de um grande público.

Já um conteúdo sobre: “Como melhorar a taxa de conversão em vendas” é algo que será consumido eternamente enquanto pessoas venderem e quiserem crescer.

No entanto um grande fator para definir sobre um ou outro conteúdo é qual o impacto que ele terá na sua estratégia e como ele conversa com os demais conteúdos.

Quando você quer fazer uma ação em curto-prazo os conteúdos temporais podem alcançar um público maior por ser do interesse atual.

Enquanto um conteúdo que traga resultados de médio ou longo-prazo assim como pode trazer de curto prazo será atemporal.

Canais Temporais e Atemporais

Outra grande diferença está no canal utilizado por esse conteúdo:

Redes sociais possuem a Temporalidade, por mostrarem apenas por um tempo específico aquele conteúdo diretamente pro usuário.

(através de pesquisa ele pode encontrar futuramente, mas a distribuição imediata é por um tempo determinado pelo algoritmo)

Enquanto em um blog/site o conteúdo atemporal pode ser exibido a qualquer modo, pode ser indexado pelo google sendo destacado quando um usuário pesquisar.

Assim conteúdos atemporais podem gerar novos clientes sempre, enquanto conteúdos temporais podem pegar um timing específico e gerar uma grande quantidade de vendas.

Começando a usar o Marketing de Conteúdo

Agora que você já sabe a importância e alguns dos benefícios de se utilizar o Marketing de Conteúdos vamos entender como aplicar.

Primeiramente é importante ter um planejamento para toda estratégia que você for fazer.

Comece definindo qual será a constância das postagens que você fará, este é um fator determinante em toda estratégia.

Se você tiver uma periodicidade definida de conteúdos pode gerar um padrão nas pessoas que consomem seu conteúdo.

E esse é o ponto seguinte, defina quem é a sua persona, ou seja, para quem você está falando?

Qual é o seu potencial cliente? Trace um perfil dele com base nos seus atuais clientes para direcionar a comunicação a resolver as dores dele.

Então busque referências para produzir conteúdos relacionados aos temas que deseja abordar.

Sites para Referências

Você pode fazer isso utilizando alguns desses sites:

  • Answerthepublic: É uma ferramenta que gera insights sobre determinada palavra-chave de acordo com o que os usuários buscam.
  • Google Trends: É responsável por analisar as tendências de buscas por termos no maior buscador da internet, sabendo qual a variação no volume e comparando com outros termos.
  • Google Keyword Planner: Essa ferramenta é muito utilizada por quem utiliza o Google ADs, através dela você analisará as buscas por palavra-chave específica, é semelhante do Trends, porém você consegue analisar em números mensais e saber o quanto a palavra é disputada.
  • Keyword Magic Tool: Essa é uma das ferramentas mais utilizadas para produção de conteúdos para blog assim como outras disponibilizadas pela SEMrush. Entrega uma série de dados sobre a palavra buscada, assim como a dificuldade de posicionamento e quantidade de conteúdos relacionados.

Caso você queira partir para a análise de redes sociais vale a pena analisar os concorrentes do mercado e entender quais tipos de conteúdos performam melhor.

Conteúdo feito é hora de posicionar ele no Topo do Google! E para isso leia esse artigo: O primeiro Lugar no Google. E aprenda a ranquear melhor o seu site.

 

Se você possuir mais dúvidas sobre a implementação de Marketing de Conteúdo na sua Estratégia fique a vontade para entrar em contato.

Siga o autor no Instagram @washingtondcoutinho   e se conecte no LinkedIn @washingtoncoutinho.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?