fbpx

Libertadores: Palmeiras empata e garante vaga na final

Verdão sai atrás, iguala o placar com Dudu e assegura a passagem para a final em Montevidéu, no Uruguai, graças ao gol feito fora de casa

Palmeiras, atlético-mg, libertadores, futebol
Dudu comemora seu gol contra o Atlético-MG em partida válida pelas semifinais, da Copa Libertadores,- Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Dá-lhe, Porco! O Palmeiras aprendeu mesmo a jogar a Copa Libertadores da América. Na noite da última terça-feira (28), o alviverde chegou a sua segunda final consecutiva devido ao empate por por 1 a 1 com o Atlético-MG no Mineirão, em Belo Horizonte, no jogo de volta do confronto pelas semifinais. No jogo de ida, na semana anterior, os times empataram sem inaugurar o placar no Allianz Parque, em São Paulo. Com a vantagem do gol fora de casa, os paulistas jogaram com o regulamento debaixo do braço e jogaram estrategicamente pelo empate.

O jogo

Após 90 minutos de um jogo morno com muita transpiração e pouquíssima inspiração na ida, Atlético e Palmeiras proporcionaram uma partida mais animada no Mineirão. A segunda parte da decisão foi pegada, com as equipes pecando no último passe e no arremate final. A melhor chance do Palmeiras no primeiro tempo surgiu aos 25 minutos, com o lateral Joaquín Piquerez avançando pela esquerda, puxando a bola para a perna direita e chutando rente à meta defendida por Everson. Aos 45, o Galo assustou com o meia Nacho Fernández, que ganhou a dividida com o volante Feilpe Melo na esquerda e bateu cruzado, obrigando o goleiro Weverton a salvar os paulistas.

Os times mantiveram o duelo num ritmo empolgante na segunda etapa. A prova disso é que nos três primeiros minutos, os atacantes Hulk e Rony fizeram os goleiros de ambas equipes. Aos seis, o meia Jair cruzou pela esquerda e o atacante Eduardo Vargas, que aproveitou falha de marcação do lateral Marcos Rocha, mandou de cabeça para o fundo das redes. O chileno teve a chance de ampliar quatro minutos depois, cara a cara com o arqueiro palmeirense, mas desperdiçou a oportunidade. Imagina se o camisa 10 tivesse convertido o gol?

Mesmo tomando o gol e perdendo a classificação fora de casa momentaneamente, o técnico Abel Ferreira decidiu não ousar e apenas colocar sangue novo no time e… deu certo. Aos 22 minutos, em sua primeira jogada na partida, Gabriel Veron recebeu um lançamento de Piquerez pela esquerda e contou com o vacilo de Nathan Silva que “entregou a paçoca”. Logo após, o atacante cruza rasteiro na área para Dudu que deixa tudo igual.

Com isso, a pressão inverteu de lado e o Galo passou a trabalhar a bola no ataque, mas sem conseguir superar a marcação rival. Nos acréscimos, o Alvinegro passou a alçar bolas na área palmeirense, sem êxito, para lamento da torcida que foi ao Mineirão e festa alviverde no gramado.

Histórico nas finais da Libertadores

É a sexta vez que o Palmeiras chega à finalíssima do maior torneio do continente. Atual campeão da América, o gigante paulista também ergueu a taça em 1999, sendo vice em 1961, 1968 e 2000. O Verdão pode igualar Santos, Grêmio e São Paulo, os únicos times brasileiros a conquistarem a Libertadores em três ocasiões. Entretanto, o Galão da Massa, não conseguiu repetir o feito histórico de 2013. Na ocasião, os jogadores estavam embalados pelos  quando foi embalado pelos gritos de “EU ACREDITO!” chegou a final e levantou o caneco.

À espera do adversário da final

A grande final da Libertadores já tem data e lugar: dia 27 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai). O postulante ao título da América do outro lado da chave sai hoje do duelo entre Flamengo e Barcelona (Equador), que fazem a segunda partida na nesta quarta-feira (29), às 21h30 (horário de Brasília), na cidade equatoriana de Guayaquil. 

O Rubro-Negro venceu o duelo de ida, na semana passada, por 2 a 0 no Maracanã, no Rio de Janeiro. Sendo assim, pode perder por até um gol de diferença, caso não mexa no marcador. Contudo, se os cariocas marcarem um gol, eles precisam tomar quatro para serem desclassificados.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?