Covid-19: Quando a vacina chega ao Brasil?

vacina
Chegada de 500 mil doses de vacina em Guarulhos, São Paulo. Foto: Governo do Estado de São Paulo

A vacina já chegou ao Brasil? Já estaria no Rio? Quando começa a vacinação? Veja algumas respostas neste momento de tanta incerteza

Vários países já começaram a vacinação contra o coronavírus. O Reino Unido largou na frente e Estados Unidos, Israel e outras nações já deram início ao programa de imunização. Enquanto isso, o brasileiro se questiona: quando a vacina estará disponível por aqui?

Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro lembrou que existem quatro laboratórios pesquisando a vacina, mas que até então, nenhum deles fez o pedido do uso emergencial ou do registro definitivo à Agência Nacional de Saúde Sanitária (Anvisa) .

“Temos pressa em obter uma vacina, segura, eficaz e com qualidade, fabricada por Laboratórios devidamente certificados. Mas a questão da responsabilidade por reações adversas de suas vacinas é um tema de grande impacto, e que precisa ser muito bem esclarecido.”

O presidente finalizou dizendo que “Tão logo um Laboratório apresente seu pedido de uso emergencial, ou registro junto à ANVISA, e esta proceda a sua análise completa e o acolha, a vacina será ofertada a todos e de forma GRATUITA e NÃO OBRIGATÓRIA.”

CoronaVac

O governo do Estado de São Paulo divulgou o cronograma de vacinação e o início está previsto para o dia 25 de janeiro. No entanto, o Instituto Butantan ainda não pode divulgar os resultados clínicos finais da CoronaVac, estes dados são fundamentais para a entrada do pedido na Anvisa.

Nesta segunda-feira (28), a penúltima remessa de doses da CoronaVac chegou a São Paulo, 500 mil doses e na próxima quarta-feira (30), espera-se receber mais 1,5 milhão de doses prontas. Ao todo, o estado já recebeu 11 milhões de doses da vacina.

“Chegamos ao fim de 2020 com aproximadamente 11 milhões de vacinas em solo nacional, garantindo o compromisso do Butantan em viabilizar o imunizante para a população brasileira para que, assim que registrada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, possa ser iniciada a vacinação”, afirmou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Durante a coletiva da última semana, Covas, parecia satisfeito com a taxa de eficácia da vacina, mas por conta do contrato com a SinoVac não pode divulgar os números da pesquisa feita no país. Entretanto, segundo a informação da Reuters, na Turquia, a CoronaVac teria tido uma taxa de 91,25%. 

Coronavírus e o Estado de São Paulo

Os números de infectados seguem avançando no estado. De acordo com a informação do governo, nos últimos 30 dias, o número de casos foi maior do que a quantidade de casos nos 100 primeiros dias da pandemia.

Entre 27 de novembro e 27 de dezembro, foram 196.909 novos casos. A primeira confirmação de Covid-19 no país ocorreu em 26 de fevereiro, em São Paulo, e a marca dos 100 dias iniciais de pandemia foi atingida em 4 de junho, quando o estado registrou 129,200 casos.

O Estado de São Paulo teve mudanças no funcionamento das atividades, e apenas os serviços essenciais puderam funcionar durante os dias 25, 26 e 27. Nesta segunda-feira, houve o retorno à fase amarela, apenas, Presidente Prudente manteve as restrições mais rígidas.

FioCruz

De acordo com a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), Nísia Trindade Lima, existe a previsão de entrega de 1 milhão de doses da vacina contra a covid-19. Estas devem ser produzidas entre os dias 8 e 12 de fevereiro. A informação foi dada durante uma audiência pública realizada pela Câmara dos Deputados.

A vacina da FioCruz é uma parceria com a Universidade de Oxford e a AstraZeneca. Nísia afirmou que “A instituição está unida no esforço global para antecipar essa imunização com doses de outros países para  vacinar nossa população o mais rápido possível. Além disso, vamos apoiar o PNI (Plano Nacional de Imunização) na formação  e treinamento de pessoas, além de auxiliar no controle de qualidade das vacinas”, disse ela, reforçando também a importância da coordenação da vacinação no Brasil pelo PNI, um dos grandes esteios do SUS. 

Vacina de madureira?

Uma imagem que viralizou e foi vista nas redes sociais e em aplicativos de mensagens. A postagem original dizia que a vacina contra a covid-19 já estaria disponível no país e estaria sendo comercializada em Madureira, no Rio de Janeiro. A Anvisa e a Polícia Federal chegaram a investigar o ocorrido.

Veja a foto utilizada na postagem: 

Poderia ser real? A foto é real e a vacina também. No entanto, foi uma imagem tirada do contexto e o seria apenas um meme ganhou repercussão no universo digital.

A imagem foi feita em Abu Dhabi e a vacina é real também, ela é do laboratório Sinopharm e já está sendo aplicada na China e já foi registrada pelos Emirados Árabes.

Veja a imagem original: https://www.instagram.com/bethoveenpereira/?utm_source=ig_embed 

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?