Coronavac: FNP formaliza parceria com o Butantan

butantan
Foto: Governo de São Paulo

No Brasil, a vacinação contra a Covid-19 ainda não tem data para começar. No entanto, os governos locais estão se movimentando para garantir a aquisição da vacina. Amanhã (22), a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) irá formalizar a parceria com o Instituto Butantan. O documento será assinado, na cidade de São Paulo, pelo presidente da FNP, Jonas Donizette, prefeito de Campinas, e pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

De acordo com a FNP, a parceria é uma alternativa ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19, lançado pelo governo federal no dia 16. “O nosso objetivo não é competir com o programa anunciado pelo Ministério da Saúde, é tentar garantir à população que a vacina vai chegar o quanto antes possível. Não há tempo a perder. Já são mais de 185 mil mortos, e o número de infectados segue crescendo”, explica Donizette.

A expectativa da FNP é beneficiar 386 cidades com mais de 80 mil habitantes. Este público-alvo representa 61% da população brasileira e responde por 75% do Produto Interno Bruto (PIB).  “A formalização da parceria com o Butantan é mais um esforço dos prefeitos no combate à pandemia. É a nossa resposta à população, que clama por imunização”, completou o prefeito de Campinas.

Coronavac

A Coronavac, desenvolvida pela Sinovac, farmacêutica chinesa, ainda não foi registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Contudo, as fases de testes já foram concluídas e os resultados serão enviados à agência reguladora. O estudo clínico final deverá ser apresentado na quarta-feira (23) e com os resultados será feito o pedido emergencial e também, o registro definitivo.

Nesta segunda (21), o governador de São Paulo, João Doria, ainda anunciou a compra de 100 milhões de seringas para a Coronavac. Na véspera de Natal (24), O Instituto Butantan deverá receber mais insumos para garantir mais 5,5 milhões de doses da vacina.

“Com isso, São Paulo terá até 31 de dezembro, ainda este ano, 10,8 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 em solo brasileiro”, acrescentou Doria. O Plano Estadual de Imunização começa no dia 25 de janeiro.

A parceria entre o Butantan e o laboratório da China se iniciou no dia 10 de junho. “Passados seis meses, nós temos a vacina sendo produzida e estoque para atender o Brasil”, afirmou o Diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?