fbpx

FNP pede que governo federal confirme a compra das vacinas do Butantan

compra
Ex-prefeito de Campinas e presidente da FNP, Jonas Donizette assina o ofício enviado ao governo federal. Foto: Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas


Frente Nacional de Prefeitos encaminhou um ofício ao presidente pedindo urgência na confirmação da compra das vacinas

O Governo Federal já comprou 46 milhões de doses da vacina contra a covid-19 do Instituto Butantan. Em contrato, a pasta tem até o fim de maio para confirmar a compra de mais 54 milhões de doses. Caso o Ministério da Saúde não se manifeste, o governador João Doria orientou que o Butantan negocie a venda das vacinas diretamente para os estados.

Neste cenário, a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) encaminhou nesta sexta-feira ao presidente da República um ofício solicitando uma confirmação urgente da aquisição das 54 milhões de doses produzidas pelo Instituto Butantan. Uma cópia do documento também foi enviada ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

A entidade entende que o país já vive um déficit de vacinas e, por meio do ofício, cobra mais ações por parte do Governo Federal: “É preciso deixar claro que a inércia da União está causando enormes problemas dentro do país e internacionalmente também. Por isso, prefeitas e prefeitos pedem resposta oficial e rápida sobre essa situação. E caso as doses não sejam de interesse nacional, que sejam liberadas para os Ente subnacionais comprarem diretamente”.

O documento assinado pelo presidente da frente, Jonas Donizette, ainda reforça a importância da vacinação para a economia. No ano passado, o Brasil registou uma alta no desemprego. “O Brasil precisa urgentemente de sua população imunizada para a retomada da economia, não resta dúvida, assim como os brasileiros precisam da segurança de que a federação, União, estados e municípios, estão fazendo sua parte para isso.”

Atualmente, o Plano Nacional de Imunização dispõe por volta de 10 milhões de vacinas do Instituto Butantan e mais 2 milhões de doses importadas da Covidshield, imunizante de Oxford/Astrazeneca.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?