fbpx

A bola não para na Alemanha mesmo com aumento de casos de covid-19

alemanha
Foto: Reprodução/Twitter @FCBayern

Alemanha registrou mais de 66 mil novos casos e 68% da população completou o ciclo vacinal

O inverno vai se aproximando do hemisfério norte e os países aumentam a preocupação com uma possível quarta onda da covid-19. A Alemanha, atualmente, já vive um crescimento no número de casos da doença. De acordo com o balanço divulgado, nesta quarta-feira, pelo Instituto Robert Koch, o país registrou 66.884 infecções e 335 mortes. Com relação a vacinação, por lá, 68,1% já tomou as duas doses do imunizante.

Mesmo dentro desse cenário, a Liga Alemã de Futebol (Deutsche Fußball Liga) não prevê a interrupção das duas principais divisões do esporte no país: Bundesliga e Bundesliga 2. 

A decisão veio após o pedido feito pelo presidente do Erzgebirge Aue, clube da segunda divisão alemã.  Helge Leonhardt sugeriu que os jogos fossem interrompidos até dezembro.

Segundo a Liga Alemã de Futebol, os comentários feitos por Leonhardt foram registrados, mas de acordo com a decisão aprovada pelos 36 clubes das duas divisões, a orientação é agir com base nas orientações estaduais, sendo assim, a adoção de lockdown no meio da temporada estaria fora de cogitação. 

Hoje, o Bayern de Munich confirmou que Josua Kimmich testou positivo para a covid-19. O jogador está em isolamento em casa e está bem de saúde. De acordo com o jornal Bild, ele está entre os atletas que não tomaram a vacina. Em entrevista à Sky Sports, Kimmich disse não ser contra a imunização, contudo ele tem preocupações pela falta de estudos de longo prazo. “Eu estou ciente da minha responsabilidade, eu sigo todas as medidas de higiene e faço os testes a cada dois ou três dias. Todos deveriam decidir por si”.

*Com informações da Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?