Rússia planeja ter vacina contra Covid-19 em agosto

vacinas

Ainda não foram publicados estudos ou artigos científicos sobre o atual status da pesquisa.

A Universidade Sechenov, na Rússia, afirmou, nesta segunda-feira (13), que concluiu os ensaios clínicos, em humanos, para a nova vacina contra a Covid-19. O governo diz que os primeiros resultados foram satisfatórios e que, caso os testes continuem tendo bons resultados, a produção para imunização poderia começar já em agosto.

“A pesquisa foi concluída e provou que a vacina é segura”, disse Yelena Smolyarchuk, pesquisadora chefe do Centro de Pesquisa Clínica em Medicamentos da Universidade Sechenov, à agência de notícias russa TASS.

O Ministério da Defesa da Rússia diz que os voluntários envolvidos na 1ª fase de testes tiveram resposta imunológica com a vacina. No entanto, esses participantes devem permanecer sob supervisão médica, mesmo após a alta, para o caso de apresentarem alguma complicação ou efeito colateral.

No entanto ainda são necessárias mais duas rodadas de testes para comprovar a eficácia da formula russa. A segunda fase está prevista para 28 de julho e a terceira, para 14 e 15 de agosto. Caso tudo corra bem, a ideia é que a vacina comece a produção em massa até setembro por parte de empresas privadas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente, existem cerca de 20 vacinas em estágio avançado de testes em humanos, Duas delas estão sendo testadas no Brasil: a de Oxford e a do Butantan, ambas na fase 3 de testes.

Coronavírus na Rússia

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, a Rússia tem o quarto maior número de infecções por coronavírus do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Brasil e Índia. Até o momento, são 732.547 casos, sendo que 504 mil já se recuperaram e 11.422 morreram no país,

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?