Israel será o primeiro país a suspender as restrições contra a Covid-19

restrições
Tel-Aviv, em Israel, voltará a normalidade com a covid-19 controlada. Foto: Reprodução/GoIsrael

Em Israel, as restrições contra a Covid-19 devem ser suspensas a partir de 1º de junho

A pandemia do coronavírus levou governos de vários países do mundo a implementar políticas restritivas. O lockdown, a obrigatoriedade do uso de máscara, distanciamento e isolamento social foram algumas das restrições adotadas. No entanto, com o avanço da ciência, e com as campanhas de vacinação, os países começam a afrouxar as medidas.

Os americanos já podem sair pelas ruas sem máscara, e os jogos de basquete da NBA já voltaram a ter público. No Reino Unido, após restrições, as pessoas podem voltar a frequentar os pubs ou ir aos estádios. Em Israel, o Ministério da Saúde do país anunciou nesta terça-feira que, a partir de 1º de junho, todas as restrições relacionadas coronavírus serão suspensas.

restrições
Em dezembro, o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, tomou a vacina contra a covid-19. Foto: Instagram/Fotos Públicas

Por lá, o país vive a quase eliminação do SARS-CoV-2 e isso foi possível graças ao sucesso do programa de vacinação. Assim, a partir de junho, a prova de vacinação não será mais exigida para ingresso em diversos locais, e os limites de lotação em lojas, restaurantes e outros locais serão suspensos. Não haverá mais limites para reuniões, dentro ou fora de casa.

O anúncio do Ministério da Saúde de Israel coincide com o programa piloto para permitir a volta do turismo ao país, com a permissão da entrada de pequenos grupos de pessoas vacinadas.

Por enquanto, o uso de máscaras em ambientes fechados segue em vigor pelas próximas duas semanas, mas a medida pode ser alterada, dependendo da avaliação dos especialistas em saúde.

Para se ter uma ideia, o número de casos diários de Israel, com base em uma média semanal, caiu de 8.600 no pico para apenas 27 neste semana, com 510 infecções ativas. De acordo com o site Our World in Data, foram aplicadas 10,6 milhões de doses e 5,12 milhões de pessoas estão totalmente vacinadas, o número corresponde a 56,5% da população.

 

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?