fbpx

Eliminatórias: Brasil vence Peru e segue invicto

Seleção marca dois gols no primeiro tempo e diminui o ritmo na segunda etapa

Brasil, eliminatórias, brasil x peru, futebol, esporte
Jogadores brasileiros comemorando gol contra o Peru – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil derrotou o Peru por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (9) na Arena Pernambuco, e manteve o aproveitamento perfeito nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 do Catar. A vitória teve um significado especial para Neymar, que marcou novamente com a amarelinha e se tornou o maior artilheiro da Seleção Brasileira na história da competição, com o total de 12 gols, um a mais do que Romário e Zico, os segundos colocados da lista.

Vitória tranquila

Diferentemente do que Tite previu antes da partida, o Brasil sobrou no jogo, principalmente no primeiro tempo. O técnico optou por iniciar o jogo com os mesmos 11 jogadores que foram a campo contra a Argentina (Weverton; Danilo, Lucas Veríssimo, Éder Militão e Alex Sandro; Casemiro, Gerson, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro; Neymar e Gabriel Barbosa). O técnico viu a equipe assumir o comando das ações ofensivas desde os primeiros minutos de jogo com a opção de um meio campo mais leve e criador. Vale destacar as atuações de Neymar, na primeira etapa, e de Éverton Ribeiro, ambos criaram bastante no decorrer do jogo. Para muitos, o meio-campista do Flamengo foi o melhor jogador da partida.

Com o domínio da partida, não demorou muito para o Brasil ser assertivo no ataque e inaugurar o placar.  Aos 13 minutos, Santamaría perdeu a disputa de bola para Neymar, que avançou livre em velocidade pela esquerda e cruzou para o meio da área, onde Gabriel Barbosa furou e a bola sobrou para Éverton Ribeiro bater de primeira para abrir o placar.

Se no primeiro gol o camisa 10 serviu, no segundo Neymar deixou sua marca. Aos 39 minutos, Danilo lançou Gabriel Barbosa, que avançou pela direita e finalizou, a defesa afastou parcialmente e Éverton Ribeiro aproveitou o rebote e chutou. Porém, Santamaría conseguiu cortar e a bola sobrou para a estrela do Brasil, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

Se na etapa inicial o Brasil dominou, o segundo tempo foi morno. A partida perdeu intensidade e isso afetou no ritmo do jogo e das boas chances que o Brasil estava criando. Consequentemente, o resultado conquistado nos primeiros 45 minutos foram mantidos até o final do confronto que terminou com a oitava vitória seguida da Seleção Brasileira, que segue invicta e líder na competição,

Próximos embates

Os comandados de Tite voltam a jogar pelas Eliminatórias em outubro, quando mede forças com Colômbia, Venezuela e Uruguai. A próxima convocação já será na próxima sexta-feira (17).

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?