fbpx

PL: Manchester fica azul depois da vitória do City

azul
Manchester é azul! Foto: Reprodução/Twitter
  • Apático, os Red Devils foram dominados facilmente no dérbi de Manchester

  • Com dois erros na defesa, City marcou duas vezes e controlou o jogo

  • O árbitro não viu pênalti no fim do jogo em lance com o brasileiro Alex Telles

Uma cidade unida pelo amor ao futebol e a cada encontro destes clubes, Manchester se pinta de vermelho ou azul. No último sábado, mesmo na casa dos diabos vermelhos, a festa ficou com os Citizens.

A partida foi válida pela 11a rodada da Premier League, temporada 2021/2022. A vitória ficou com o lado azul da cidade. O time de Pep Guardiola controlou o jogo durante os 90 minutos e o placar final foi de 2 a 0.

Nada funcionou para o United, o time foi a campo sem Cavani, Varane e com Rashford na reserva. Com erros de passe e falhas de marcação, o time não conseguiu criar e no segundo tempo não deu nenhum chute a gol. Ederson não teve com o que se preocupar, do lado, o goleiro De Gea trabalhou bastante no fim de semana. 

O primeiro gol aconteceu por um erro do zagueiro Eric Bailly, o marfinense tentou cortar o cruzamento de João Cancelo, mas não acertou em cheio e a bola acabou nas redes do próprio time. 

Impondo o ritmo de jogo, como disse Bernardo Silva na sexta-feira, o City colocou o United na roda. John Stones, que entrou no lugar do suspenso Laporte, fez uma partida segura na zaga e não teve também tanto trabalho.

O United se viu na roda e com mais uma falha da defesa, desta vez, pelo lado esquerdo, veio o segundo gol da partida de Bernardo Silva, ainda no primeiro tempo. Phil Foden ainda tentou fazer o terceiro gol, mas o chute acabou indo para fora e Guardiola lamentou a chance perdida.

O lateral do United, Luke Shaw, precisou ser substituído após um choque de cabeça, e a Premier League, permite que a substituição seja feita além das três que os times têm direito. O brasileiro Alex Telles entrou na partida e chegou a fazer uma falta dentro da grande área, mas o árbitro mandou o jogo seguir e não marcou a penalidade.

Fim de partida, 16 chutes do City contra apenas 5 do United. A posse de bola ficou com o lado azul, 68% e os números refletem um pouco do que foi a partida em Old Trafford. 

Ex-jogadores do clube não entendem o que acontece com a equipe, afinal, o elenco não coloca em campo tudo o que pode. Comentando a partida pela Sky Sports, Roy Keane, que foi volante do United, se mostrou bastante irritado com a escolha de Solskjaer por Fred no meio de campo. Já pela DAZN, Michael Owen, que deu a vitória no dérbi da temporada 2009/2010, vestindo a camisa 7, não escondeu a frustração e não entende porque o time precisa mudar o esquema tático a cada jogo.

Bruno Fernandes, meia do United, falou após o jogo, “claro que todos estão frustrados pelo resultado e pela performance também, sabemos que podemos fazer melhor e sabemos que não é o suficiente para um jogador que representa este grande clube e nós temos que olhar para o espelho, eu estou dizendo as mesmas coisas que provavelmente disse na última entrevista, mas é isso.”

Do outro, a festa foi grande, afinal como disse Gundogan “não há nada [melhor do que ganhar um dérbi] que venha na minha cabeça neste momento para ser honesto”. O meio campista aproveitou para elogiar a preparação e o esquema tático proposto por Pep Guardiola, “o nosso técnico tem uma das melhores habilidades para julgar o oponente, na tentativa de saber o máximo possível sobre o que esperar e o que o oponente irá nos oferecer e como nós iremos responder a isso.       

A vitória colocou o City em segundo lugar na tabela de classificação e o United aparece em sexto lugar.

A Premier League fará uma pausa por causa da DATA Fifa e a próxima rodada está marcada para o dia 20 de novembro.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: