Milton Ribeiro toma posse como ministro da Educação

posse
Milton Ribeiro toma posse como ministro da Educação, em cerimônia no Palácio da Alvorada. Foto: Isac Nóbrega/PR

Novo ministro promete diálogo com educadores e fala em resgatar respeito ao professor em sala de aula.

O pastor e professor Milton Ribeiro tomou posse nesta quinta-feira (16), como novo ministro da Educação, em uma cerimônia fechada, no Palácio do Planalto. Ribeiro foi nomeado para o cargo na semana passada é o quarto ministro da Educação no governo Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro, que se recupera da covid-19, participou da solenidade do Palácio do Alvorada por meio de videoconferência.

Em seu primeiro discurso no cargo, Ribeiro falou em abrir um diálogo nacional pela educação e prometeu prioridade para o ensino técnico.

“Queremos abrir um grande diálogo para ouvir os acadêmicos e educadores que, como eu, estão entristecidos com o que vem acontecendo com a educação em nosso país, haja vista nossos referenciais e colocações no ranking do Pisa [Programa Internacional de Avaliação de Estudantes]. Ainda, através do incentivo a cursos profissionalizantes, desejamos que os jovens tenham uma ponte ao mercado de trabalho, uma via para que atinjam seu potencial de contribuição para o nosso país”, disse o novo ministro.

No mesmo dia mais cedo, Ribeiro publicou em sua conta no Twitter que terá “honra e responsabilidade” ao tomar posse como ministro da Educação e que tem dívida com o Brasil, especialmente com a escola pública.

Perfil

Nascido em 14 de março de 1958 na cidade de Santos, São Paulo, Milton Ribeiro tem 62 anos. É doutor em Educação pela Universidade de São Paulo; mestre em Direito Constitucional pela Universidade Presbiteriana Mackenzie; e especialista em Administração Acadêmica pelo CRUB (Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras) com estágio em Joplin, Universidade do Estado de Kansas. Antes de assumir o Ministério da Educação, atuava como membro da Comissão de Ética Pública, ligada à Presidência da República.

 

*Com informações da Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?