fbpx

Meditação no trabalho: uma tendência para 2022?

meditação
Cabine da meditação pode ser uma tendência para 2022? Foto: Mindself/Divulgação

Com a volta do trabalho presencial, a MindSelf desenvolveu soluções para levar a meditação para o ambiente corporativo

Os benefícios da meditação são comprovados pela ciência. A prática ajuda a reduzir o nível de estresse, e aparece como uma grande aliada para melhorar a saúde mental. Pensando no bem-estar das pessoas dentro do ambiente corporativo, a Mindself apresenta, durante a 21° edição HSM Expo, soluções para que as empresas tenham espaços meditativos para os colaboradores.

Entre as novidades está a Cabine MindSelf #MeDiT, produto que proporciona uma pausa para os colaboradores, o espaço é uma oportunidade para que os colaboradores possam conhecer e praticar diversas meditações, guiadas e não guiadas. A cabine foi especialmente projetada para proporcionar conforto e não ocupa muito espaço nos escritórios.

“As pessoas estão adoecendo emocionalmente e isso tem custado muito para as empresas. Metade dos afastamentos do trabalho já são por fatores emocionais, como ansiedade e depressão”, explica Alexandre Ayres, sócio-fundador da Mindself.

A cabine tem a missão de ajudar a melhorar o foco, desenvolvimento da criatividade e também relaxamento. “Com apenas 5 ou 10 minutos e mesmo sem saber ou ter tido qualquer contato com a meditação, o colaborador pode entrar na cabine, escolher uma prática que melhor se adequa ao seu momento e começar a meditar, exercitando e evoluindo gradativamente”, comenta Ayres. 

A Mindself ainda tem outras soluções para as empresas, como o Cubo MeDiT e o totem de meditação MeDiT, com a proposta de atender diferentes perfis de ambiente na empresa. O totem, por exemplo, pode ser utilizado na própria estação de trabalho, ou em eventos corporativos pela sua facilidade de instalação e mobilidade, e o Cubo para atender ambientes mais abertos e tranquilos e que já possuam privacidade.

“A volta aos escritórios têm preocupado os profissionais de RH e gestores, que desejam promover um espaço acolhedor e que fomente o cuidado com a saúde mental das equipes. Por isso,  desenvolvemos propostas com serviços personalizados que se enquadram para diferentes realidades. O objetivo final é levar o hábito da meditação para dentro do dia a dia das organizações como ferramenta de desenvolvimento pessoal, que ajude os profissionais a se manterem mais equilibrados emocionalmente e para que as organizações possam alcançar sucesso, elevando a qualidade de vida de seus colaboradores, priorizando a saúde mental e emocional” – complementa Ayres. O difícil não é aprender a meditar, é incorporar esse novo hábito saudável em sua rotina, e as cabines MindSelf #MeDiT chegam para ajudar nesse processo.

Os benefícios da meditação

meditação
Meditação ajuda a combater males físicos e mentais. Foto:
Depositphotos

Pesquisadores de várias partes do mundo se dedicam a entender melhor os benefícios da meditação e como essa prática contribui para a saúde física e mental das pessoas. 

Em Harvard, cientistas descobriram o impacto dela nas regiões do cérebro ligadas ao estresse, à empatia e à autoconsciência, com apenas oito semanas de prática. A pesquisa comprovou que meditar reduz os níveis de estresse e ansiedade, condições presentes na vida de milhões de brasileiros.

Estudo feito pelo psicólogo Michael Posner e o neurocientista e professor da Universidade de Tecnologia do Texas, Yi-Yuan Tang, mediu a densidade dos axônios (prolongamentos que transmitem informações do neurônio para outras células) de pessoas que começaram a meditar. O que se percebeu foi que, quanto mais densos, maior a capacidade de realizar conexões cerebrais e menores os riscos de sofrer distúrbios mentais, como depressão e esquizofrenia. “Sabendo que a quantidade de conexões cerebrais está diretamente relacionada à saúde mental, a meditação se torna um excelente exercício para deixar a mente mais ‘musculosa’ e prevenir doenças”, avalia a terapeuta radiestesista Erika Thiele.

meditação
Erika Thiele é terapeuta radiestesista. Foto:
Divulgação

A especialista aponta que os benefícios vão além do campo mental. “Um grupo de neurocientistas já estudou e mostrou que quem medita tem maior resistência em situações em que o estresse influencia diretamente no nível da dor, como em casos de artrite e inflamações intestinais”, aponta.

Outro benefício observado quando a meditação é incorporada à rotina é a melhoria da qualidade do sono. “Além de tudo, isso ainda é uma técnica que melhora a qualidade do sono e gera hormônios saudáveis que contribuem para o fortalecimento do sistema imunológico”, completa a especialista.

E, para as pessoas que têm vontade de meditar, mas não conseguem, Erika Thiele diz que a radiestesia pode ajudar. “A radiestesia ajuda a proporcionar mais foco e tranquilidade através da dissolução de problemas afetivos, preocupações e questões emocionais, além de outros bloqueios que podem atrapalhar a pessoa na hora de se concentrar”, conclui a terapeuta, que atende e dá aulas sobre esta e outras técnicas no Instituto Plasma, de Campinas/SP.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?