fbpx

Libertadores: São Paulo e Atlético superam argentinos e vão às quartas

Tricolor e Galo eliminaram Racing e Boca Juniors, respectivamente, na noite de ontem. O Fluminense teve sua partida adiada devido a morte do filho do treinador do Cerro Porteño

Libertadores, everson, atlético-mg, galo, atlético-mg x boca juniors
Everson foi o herói da classificação do Atlético-MG para as quartas de final – Foto: Staff Images / CONMEBOL

A Copa Libertadores da América começou a definir ontem os times que vão disputar as quartas de final do torneio. Nesta semana, serão realizadas as partidas de volta dos jogos das oitavas de final. Ontem, Atlético-MG e São Paulo se classificaram diante de clubes argentinos e já estão garantidos na próxima fase. 

O Fluminense também teria definido a classificação nesta terça-feira, mas teve o jogo adiado para o dia 3 de agosto. O motivo foi a morte do filho do técnico do Cerro Porteño, Francisco Arce, em um acidente de trânsito. Em nota, a Conmebol afirmou que tomou a decisão devido ao “angustiante acontecimento e à sensibilidade do momento”. Confira abaixo o resumo das partidas de ontem.

Atlético-MG x Boca Juniors

O jogo de ida, na Bombonera, terminou com um empate sem gols. Com isso, o Atlético-MG precisava vencer o jogo por qualquer placar ou repetir o resultado da partida anterior para levar o jogo às penalidades. No Mineirão, o Galo começou o jogo se impondo e quase abriu o placar nos minutos iniciais com Dodô e Zaracho, que perdeu a chance mais clara do time da casa. Os comandados de Cuca dominaram boa parte do primeiro tempo, mas não criaram muitas oportunidades. Já o Boca encaixou a marcação mais no final e ameaçou em alguns momentos.

No segundo tempo os argentinos voltaram melhores, chegando a marcar um gol aos 17 minutos, quando Villa levantou bola na área, em cobrança de falta da intermediária. Everson falhou e soltou a bola nos pés de Weigandt, que marcou. Contudo, o jogador estava em posição de impedimento e o tento foi anulado pelo juiz com o com auxílio do VAR (árbitro de vídeo). Os atletas do Boca se revoltaram com a marcação e o jogo ficou quente até o final, mas com uma oportunidade clara não convertida para cada lado. Sendo assim, a vaga foi definida na disputa de pênaltis.

Everson: de quase vilão a herói

O Galo começou com a bola na trave de Hulk. O zagueiro Rojo colocou o Boca na frente. Nacho Fernández empatou e o goleiro Everson começou a brilhar, defendendo o chute, no meio, de Villa. Júnior Alonso bateu bem e colocou o Atlético em vantagem, que aumentou quando Everson pegou outra cobrança, desta vez de Rolón. Hyoran escorregou em sua cobrança e isolou. Entretanto, logo em seguida, Izquierdoz lembrou Roberto Baggio em 94 e também mandou para fora.

A cobrança da classificação estava nos pés de Everson, se ele marcasse o Galo estaria classificado. O goleiro chamou a responsabilidade e mandou a bola no ângulo esquerdo de Rossi. Vitória de 3 a 1 do Galo nas penalidades máximas. Agora, o time de Minas Gerais aguarda o vencedor do confronto entre Argentino Juniors e River Plate. O jogo de ida entre as equipes argentinas terminou em 1 a 1. A vaga será definida hoje, a partir das 21h30 (horário de Brasília).

Racing x São Paulo

O jogo de ida, no Morumbi, ficou no empate por 1 a 1. Os últimos resultados e o desempenho atual do time de Hernán Crespo deixaram o torcedor são paulino apreensivo para a partida. Entretanto, o time surpreendeu e fez, para muitos, a melhor apresentação do ano e superou o Racing, em Avellaneda, por 3 a 1. A nova dupla de ataque formada pelo argentino Rigoni e pelo jovem Marquinhos, de 18 anos, deu liga e criou diversas oportunidades no primeiro tempo.

Porém, o Tricolor abriu o placar somente aos 43 minutos, quando Miranda roubou a bola e fez belo lançamento para Marquinhos, que recebeu e partiu em velocidade para a grande área. Marquinhos chutou, o goleiro Arias defendeu, mas a bola bateu na trave e sobrou para Rigoni que não desperdiçou a oportunidade e abriu o placar.

O São Paulo voltou para a segunda etapa elétrico. Logo aos dois minutos, Benítez pifou uma ótima bola para Marquinhos, que bateu na saída do goleiro para ampliar a vantagem no placar. Era a noite dele, o garoto de Cotia voltou a cena para servir o camisa 31. Aos 11, o garoto de 18 anos arrancou e deu o passe para Rigoni só empurrar para a rede. Seis minutos depois, Javier Correa diminuiu com um belo chute da entrada da área, mas o time de Crespo soube administrar o resultado para assegurar a classificação.

Possibilidade de clássico paulista nas quartas

Hoje, o Tricolor do Morumbi aguarda o vencedor de Palmeiras e Universidad Católica, no Allianz Parque, para saber quem enfrenta na próxima fase. O Verdão venceu o jogo de ida por 1 a 0. Se passar, o atual campeão da Libertadores terá que quebrar um tabu, já que nunca eliminou o São Paulo na história do torneio.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?