fbpx

Giro Olímpico: vôlei masculino fora da final, e no boxe, Brasil faz dois finalistas

boxe
Foto: Wander Roberto/COB

No vôlei masculino, o resultado não foi o esperado, mas no boxe, o Brasil tem motivo para celebrar

Não deu para os comandados de Renan dal Zotto. Infelizmente, a seleção masculina de vôlei perdeu para o Comitê Olímpico Russo e está fora da grande final dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Mas o time ainda tem chance de medalha e vai encarar a Argentina, o jogo será no próximo sábado, 1h30 no horário de Brasília. 

O jogo contra os russos foi apertado e terminou em 3 sets a 1 para eles. Confira os placares dos sets: 25/18, 21/25, 24/26 e 23/25. 

Um dos remanescentes do time campeão de 2016, o levantador Bruninho, destacou a força do time e a vontade de buscar a vitória contra os rivais argentinos. “Por mais difícil que seja, temos que apagar isso (a derrota de virada para a Rússia). O bronze conta muito pra gente. Sabemos o quanto a gente merece, quanto a gente trabalha, se dedica. Então, vamos entrar com a faca nos dentes como se fosse o ouro. não temos tempo para lamentar”, disse.

O técnico da seleção sabe bem o gosto de não vencer a disputa pelo terceiro lugar e vai trabalhar o time para que no sábado o resultado seja positivo. “O desafio do Brasil é estar sempre entre os melhores, tem que estar no pódio. Temos dois dias para voltar para a quadra, trabalhar, ver quem vai ser o adversário da disputa do bronze. Eu já passei por uma experiência em 88, de perdermos a medalha de bronze, e esse sim é um gosto amargo. Vamos buscar essa motivação. Todos têm experiência suficiente. Vamos viver esse luto por algumas horas, mas depois virar a chave e buscar o bronze”, afirmou Renan.

O ouro será disputado pelos russos e pelos franceses. O jogo será no sábado (7), às 9h15, horário de Brasília.

Dois finalistas olímpicos no boxe

boxe
Bia Ferreira pronta para disputar o ouro dos Jogos de Tóquio. Foto: Miriam Jeske/COB

Dois atletas de Salvador (BA), Bia Ferreira, na categoria 60kg, e Herbert Conceição, 75kg, são finalistas nas suas categorias do boxe dos Jogos de Tóquio 2020.  

“Estar no pódio é o objetivo final, mas separamos por metas. É degrau por degrau. Fui alimentando isso, estudando as adversárias e hoje estou feliz aqui, mas ainda não acabou. Tenho isso em mente”, disse Bia, que disputa a final no dia 8, 2h, horário de Brasília.

Já Herbert Conceição comentou que “A cada luta vamos ganhando mais confiança, o que faz toda a diferença. Seja o evento que for, sempre entro mais travado e, conforme vai passando o tempo, vou ganhando mais confiança. Estou muito seguro para fazer um bom trabalho na final e trazer mais uma medalha de ouro”. Ele entra no ringue no dia 7 de agosto, 2h45 no horário de Brasília.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?