fbpx

Emocionante! Hamilton vence em casa pela oitava vez

hamilton
Como não lembrar de Ayrton Senna com a comemoração de Hamilton? Foto: Jiri Krenek para Mercedes-Benz Grand Prix Ltd/ Fotos Públicas

Penalizado por toque em Verstappen, Hamilton deu a volta por cima e na penúltima volta se tornou líder para vencer o GP em Silverstone

O fim de semana da Fórmula 1 foi de superação e novidade. E no apagar das luzes em Silvestone, Inglaterra, a vitória ficou, pela oitava vez, com Lewis Hamilton. O piloto da Mercedes, após cruzar a linha de chegada, repetiu um gesto muito conhecido dos brasileiros, com a bandeira nas mãos, ele deu a volta pelo circuito, e claro, levou a torcida ao delírio.

Sim, tinha torcida, e que torcida! Mais de 356 mil espectadores estavam presentes no circuito de Silverstone e depois de ver a seleção inglesa ser derrotada na final da Euro 2020, em Wembley, em casa, os ingleses puderam celebrar e vibrar com a atuação de Lewis Hamilton, que dessa vez teve muito trabalho, mas conseguiu tomar a ponta nas últimas voltas.

Para contar como foi a oitava vitória de Lewis Hamilton na Inglaterra, é preciso começar… do começo.   

F1 Sprint

Pela primeira vez na história da categoria, a Fórmula realizou uma corrida rápida para definir o grid de largada. No sábado, nada de Q1, Q2 ou Q3, o tempo de sexta-feira definiu as posições para o dia seguinte e os pilotos tiveram 17 voltas para cravar o grid para o domingo.

Na sexta, Lewis Hamilton foi o mais rápido e Max Verstappen estava em segundo, quando a luz vermelha se apagou, o holândes não quis saber da preferência da torcida pelo piloto inglês e pulou para primeiro lugar. Certo que Hamilton não largou bem, é preciso dizer isto. 

Hamilton ainda tentou se aproximar para tomar a primeira posição, o que levantou a torcida, mas não foi o suficiente. Verstappen terminaria em primeiro, Hamilton em segundo com Charles Leclerc em terceiro e Valtteri Bottas em quarto.

O companheiro de Verstappen, o mexicano Sergio Perez teve problemas e acabou abandonando a F1 Sprint.

Domingo é dia de corrida

hamilton
Largada do GP de Silverstone. Foto: Jiri Krenek para Mercedes-Benz Grand Prix Ltd / Fotos Públicas

Calor de 30 graus em Silverstone e céu azul, uma combinação que já tinha causado muitas bolhas nos pneus no sábado e que no passado, já trouxe emoções extras, para quem não se lembra, Hamilton venceu em 2020 com três pneus.

Com a força da torcida presente, o inglês da Mercedes prometeu fazer uma grande prova no domingo. Na primeira fila estavam os dois grandes protagonistas da temporada: Verstappen e Hamilton.

O que poderíamos esperar da largada? O inglês iria para o tudo ou nada? Verstappen iria conseguir largar bem? Muitas apostas e quando as luzes vermelhas se apagaram o espetáculo começou.

Hamilton partiu para cima de Verstappen, que tentou se defender a todo custo e na curva Copse aconteceu um toque. Pior para o holandês que se chocou na mureta de proteção. Tudo isso aconteceu nas duas primeiras voltas do Grande Prêmio de Silverstone.

Com a proteção de pneus danificada, a direção de prova optou pela bandeira vermelha e a corrida ficou paralisada por aproximadamente 40 minutos. 

Max Verstappen conseguiu sair do carro, mas foi encaminhado para o centro médico pois o impacto foi bem forte.  

Durante a paralisação, o chefe da Red Bull, Christian Horner argumentou com a FIA que Hamilton deveria ser punido, pois ninguém poderia ultrapassar na Copse, além disso, ele contou que o choque foi de 51G. Do outro lado, a Mercedes defendia o piloto inglês.

Lance de corrida? Culpa do Hamilton? Enquanto as pessoas discutiam o acidente, a equipe Mercedes trabalhava no carro do inglês e Andrew Shovlin, diretor de engenharia do time, confirmou que se não fosse a bandeira vermelha, o inglês teria abandonado o GP.

Com o choque dos dois, Charles Leclerc pulou na frente e o piloto da Ferrari teve um fim de semana daqueles também. 

Eram 15h42, horário local, quando a corrida foi reiniciada. Leclerc na ponta, Hamilton em segundo. Na relargada, o inglês tentou, mas não forçou a ultrapassagem e o piloto da Ferrari conseguiu abrir uma distância confortável. 

No entanto, a Ferrari começou a apresentar problemas, Leclerc reportava a perda de potência e a equipe tentou tranquilizar o piloto e resolver a situação que poderia custar a primeira posição.

Não podemos esquecer de contar que logo depois da relargada veio a decisão dos comissários de pista sobre o choque envolvendo Hamilton e Verstappen. Choque de corrida? Não. O inglês recebeu uma penalização de 10 segundos.

Parecia muito tempo, poderia ter acabado com a corrida do piloto, mas Hamilton não é tantas vezes campeão à toda. A Mercedes foi para a estratégia de apenas uma troca de pneus, e antes veio o cumprimento dos 10 segundos no pit. 

Na volta para a pista, Hamilton estava em quarto atrás de Lando Norris, voando baixo, o veterano ultrapassou o novato e seguiu apertando o pedal da direita. Em segundo estava o companheiro, Valtteri Bottas, que não conseguia se aproximar do líder Leclerc, sim, a Ferrari fez o pistop e conseguiu manter o monegasco em primeiro. 

hamilton
Festa no pódio para Lewis Hamilton. Foto: Jiri Krenek paraMercedes-Benz Grand Prix Ltd / Fotos Públicas

Então, a Mercedes fez o que se esperava, pediu a mudança de posições entre Bottas e Hamilton. O inglês tinha poucas voltas para tomar a liderança. Depois de passar o finlândes, a diferença para líder era de mais 8 segundos, a previsão era que em nove voltas, haveria uma briga pela ponta.

E assim foi, na penúltima volta, Lewis Hamilton ultrapassou Charles Leclerc para vencer pela nonagésima nona vez na Fórmula 1 e pela oitava vez em casa.

Campeonato

Max Verstappen segue na liderança no campeonato de pilotos com 185 pontos. Lewis Hamilton reduziu um pouco a diferença e tem agora 177. 

Já no campeonato de construtores, a diferença entre a líder Red Bull (289 pontos) e a segunda colocada Mercedes (285) caiu para quatro pontos. 

A próxima etapa da Fórmula está marcada para o dia 1 de agosto e será realizada na Hungria.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?