fbpx

Max Verstsappen domina GP da Áustria e se consolida na liderança do campeonato

max
Domingo de festa para os torcedores de Max Verstappen. Foto: F1

O GP da Áustria da F1 foi marcado pelas punições e por mais um passeio de Max Verstappen

Antes do apagar das luzes para o Grande Prêmio da Áustria, válido pela nona etapa da temporada 2021 da Fórmula 1, Lewis Hamilton disse que não tinha carro para brigar pela vitória e se a rival Mercedes não faria frente a Red Bull, a vitória estaria garantida para o holandês? Sem cometer erros e sem nenhum problema, Max Verstappen tirou o melhor do carro e de ponta a ponta, venceu pela quinta vez na temporada. Com isso, ele se consolida na liderança pelo título.

Não vimos brigas pela ponta, mas nem por isso o GP da Áustria não foi movimentado. A briga pelo pódio e pela zona de pontuação deram a graça da prova. Lando Norris largando em segundo, até tentou ameaçar o pole Verstappen, mas não deu muito certo e logo depois ele começou a ser pressionado por Lewis Hamilton, que conseguiu fazer a ultrapassagem, mas não foi nada fácil.

Logo depois teve uma briga que rendeu uma das primeiras punições da prova. O duelo entre Sergio Perez e Lando Norris não terminou bem para o mexicano, ele recebeu um toque e acabou caindo para o décimo lugar. Já o inglês recebeu uma punicção de cinco segundos, mesmo assim, o piloto que pontuou em todas as corridas até agora, conseguiu terminar no pódio pela quarta vez na sua carreira.

Os pilotos não estava para brincadeira, e voltas mais tarde, Perez brigava com Charles Leclerc e não foi nada bonito. O piloto da Red Bull acabou recebendo duas punições por não ter sido tão bacana, como assim? Ele fechou a porta para o carro da Ferrari e o resultado final foi de 10 segundos de penalização e muitos xingamentos de Leclerc no rádio.

Yuki Tsunoda da Williams também recebeu foi punido, mas por cruzar a linha branca da entrada dos pits. E ele cometou o mesmo erro duas vezes.

Sem rendimento, a Mercedes até pediu para que Valteri Bottas não atacasse Hamilton, naquele momento os dois estavam no pódio. Só que Lando Norris, que foi escolhido como o piloto do dia pelos torcedores, tinha um ritmo melhor e representar uma ameçava aos planos da equipe da alemã. Então Bottas trocou de posição com Hamilton para assegurar o segundo lugar e pontos importante para o time. Já o inglês acabou sendo superado pelo compatriota e terminou a prova em quarto lugar.

Nas últimas voltas do GP da Áustria, Fernando Alonso adiou o sonho de George Russell em conquistar os primeiros pontos para a Williams. Não foi dessa vez, a briga foi boa, mas o bicampeão mostrou que ainda dá conta do recado e deixou o jovem talento para trás.

A bandeira quadriculada veio com um sinal de bandeira amarela, mas o que poderia ter acontecido na última volta? Um acidente entre dois campeões do mundo, Kimi Raikkonen brigava por posições e Sebastian Vettel viu o espaço aberto e pensou: por que não colocar de lado e passar? Só faltou combinar com o finlandês. Raikkonen tocou no carro do alemão e os dois escaparam da pista. Poderia ter sido um acidente feio, mas a sorte protegeu os veteranos, tudo bem com eles.

A próxima etapa da Fórmula acontece entre os dias 16 e 18 de julho em Silvestone, na Inglaterra.

Palavra do vencedor

Após as 71 voltas do GP da Áustria, Max Verstappen disse que  “incrível para ser honesto. O carro estava sobre trilhos. Quer dizer, em cada conjunto de pneus que colocamos, foi realmente agradável de dirigir e, sim, muito louco. Estou um pouco surpreso com a forma como hoje foi; Eu não esperava que fosse assim.”

O holandês acrescentou: “Além do carro, acho que melhoramos em comparação com o fim de semana passado – fizemos algumas coisas para tentar fazer com que dure um pouco melhor na corrida e acho que isso foi demonstrado hoje. E o que foi muito agradável de ver foram todos os fãs de volta, ver aquela multidão – definitivamente sentimos falta daquela atmosfera ao redor da pista – com tantas pessoas ”.

E na sala dos comissários..

O clima esquentou por lá, afinal, seis pilotos tiveram seus resutlados alterados por conta das penalizações. Mas o diretor da corrida, Michael Masi, manteve as decisões dos comissários e explicou os critérios para as punições.

“No caso do Sergio com o Lando, ele estava totalmente ao lado do Lando e, portanto, há o ônus de deixar a largura do carro para a beira da pista. E então o mesmo no reverso com Checo (Perez) e Charles na saída da curva 4. (…)E então Checo e Charles novamente na saída da curva 6, a visão (dos comissários) era – e eu não me sento na sala dos comissários para deliberar – que em todas as três circunstâncias, a largura de um carro deveria ter sido deixada para a borda da pista porque os dois carros estavam lado a lado.”

Além da punição na pista, Lando Norris ganhou dois pontos de penalidade na licença, e ele já tem 10 pontos nos últimos 12 meses, se ele tiver mais dois pontos, o inglês receberá uma outra sanção, ficará suspenso automáticamente de uma corrida.

Campeonato

A onda laranja continua em alta na Fórmula, Max Verstappen agora tem 182 pontos e uma boa vantagem de 32 pontos para o rival Lewis Hamilton que tem 150 pontos. Em terceiro lugar, Sergio Perez com 104 pontos. E a Red Bull é a líder no campeontato de construtores, são 286 pontos contra os 242 pontos da Mercedes.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?