fbpx

Deputado segue preso após audiência de custódia

deputado
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Câmara delibera amanhã sobre a prisão de Daniel Silveira

A prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) teve mais um capítulo hoje e não foi favorável ao parlamentar. Nesta quinta-feira (18), o juiz Airton Vieira realizou a audiência de custódia, e o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a decisão anterior. Assim, o deputado segue detido.

O juiz Vieira, que atua como magistrado do gabinete do ministro Alexandre de Moraes, realizou a audiência por videoconferência. Com a decisão da tarde de hoje, Silveira será transferido da Superintendência da Polícia Federal para um batalhão da Polícia Militar.

A Câmara dos Deputados terá a decisão final sobre a prisão do parlamentar, que foi detido na noite da última terça-feira (16). O deputado foi preso em flagrante após publicar vídeos atacando ministro da Suprema Corte, ele ainda é acusado de incitar a animosidade entre as Forças armadas e o STF.

Ontem, a Mesa Diretora da Câmara determinou a reativação do Conselho de Ética da casa, o que poderia ser um indicativo de que os parlamentares podem derrubar a decisão do STF e tentar outra punição para o deputado.

A sessão deliberativa para tratar da apreciação da medida cautelar do STF contra Silveira está marcada para amanhã (19), às 17h. Lembrando que a votação é aberta, e o quórum para aprovação é de maioria absoluta.

Desgaste entre poderes?

Pela manhã, Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, usou o Twitter para defender as instituições.

“Todos, na vida pública, somos transitórios. E nosso maior dever, nossa maior missão, é ter a consciência de que nós não somos as instituições. As instituições são permanentes. As instituições ficarão. Nesse sentido, não haverá nunca crise entre as instituições, sobretudo quando há a exata compreensão de que elas são maiores do que qualquer indivíduo”, postou Lira.

 

*Com informações da Agência Brasil e da Agência Câmara

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?