Confirmado o primeiro caso de Coronavírus no país. Ministério da Saúde lançará campanha de esclarecimento sobre o COVID-19

Ministério da Saúde confirmou nesta quarta-feira (24) do primeiro caso de coronavírus no país. Outros 20 casos suspeitos no país estão em investigação.

O caso confirmado é um homem e 61 anos, morador de São Paulo, recém chegado da Itália, Ele apresentou os sintomas compatíveis com o COVID-19, que são febre, tosse seca, dor de garganta e coriza. O paciente foi internado no Hospital Israelita Albert Einstein na segunda-feira (24) e passou por uma série de exames clínicos. Os resultados preliminares indicaram infecção por coronavírus. Seguindo o protocolo, o hospital enviou a amostra para o Instituto Adolfo Lutz para a contraprova, que também deu positivo, assim, o Brasil confirma o primeiro caso da doença no país.

“Como vai ser o padrão de comportamento deste vírus, que é novo e tanto pode manter o mesmo padrão de comportamento de transmissão que apresentou no hemisfério Norte, onde, nesta época, está fazendo frio”, disse hoje o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Números

De acordo com o relatório de ontem da Organização Mundial de Saúde, já foram registrados no mundo, mais de 80,2 casos de coronavírus em 34 países. Mais de 2,7 mil pessoas perderam a vida. Os casos mais graves são aqueles que afetam pessoas com mais de 60 anos.

Campanha de Esclarecimento
Nas próximas semanas, o governo planeja lançar uma campanha de esclarecimento à população sobre o coronavírus, que deve ser semelhante a campanhas anteriores, como o H1N1. “Nós vamos ter que fazer uma comunicação um pouco maior para a população, a gente já tinha esse plano de comunicação, dependendo se tívessemos um caso ativo, então a gente deve começar uma campanha para as pessoas poderem perceber a importância de lavar as mãos, de ter higiene, se caso tiver febre, tosse, entrar em contato com o telefone da Ouvidoria, o 136, a página do Ministério da Saúde, porque nessa época se produzem muitas fake news, para as pessoas terem uma informação de qualidade, ali nessa página tem um plano de contingência por estados, por cidades”, informou Mandetta.

O Ministério da Saúde também realizou licitação para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como máscaras, para distribuir a todos os estados do país, ampliando os estoques já disponíveis. Ainda de acordo com as autoridades, as unidades básicas de saúde já contam com protocolo atualizado para o devido atendimento à infectados e possuem salas especiais para triagem. Casos suspeitos serão encaminhados para hospitais de referência nos estados, que possuem leitos disponíveis para cuidados intensivos, caso necessário.

Dúvidas sobre o COVID-19
Reveja a matéria especial com a infectologista Eliana Bicudo.

 

 

*Com informações da Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?