Como lidar com o Bullying [Bastidores de você]

 Olá a todos, devido ao recente acontecimento do garoto que pedia uma corda para se enforcar para sua mãe por conta do Bullying que sofria, resolvi escrever este texto que servirá tanto para pais como para as vítimas desta ação tão odiosa e que aflige não só crianças, mas também adolescentes e por incrível que pareça, pode ser sentido também por adultos.

Antes de mais nada temos que entender o que seria o bullying e para isso temos que voltar na origem da palavra que é do inglês bully e que significa tirano, brigão ou valentão, em uma livre tradução da palavra. O Bullying então se caracteriza como a prática de uma série de atos violentos, intencionais e repetidos contra uma determinada pessoa com a intenção de aproveitar da incapacidade de defesa da vítima para fazer com que a mesma sofra ou seja ridicularizada.

Note que o conceito é amplo e não se limita a crianças, nas empresas e nos ambientes de trabalho isso também acontece e faz com que o trabalhador sofra em demasia, mas no ambiente de trabalho tal prática é denominada assédio moral, mas os impactos podem ser tão nefastos quanto os que acontecem na infância ou adolescência e como lidar com isso? A resposta tentaremos trazer ao longo deste texto.

Em primeiro lugar, quando falamos de bullying contra criança temos que levar em conta que os pais tem um papel muito grande na prevenção e na blindagem do filho contra tais medidas, pois o bully somente consegue agir quando a vítima permite e dessa forma, a criança ou adolescente deve aprender a lidar com o bullying a partir da capacidade de enfrentamento das dificuldades que se apresentam.

Dito isso o primeiro passo então é dotar seu filho de capacidade para lidar com as frustrações e das adversidades da vida e pasmem, isso se ensina de uma maneira que dói mais nos pais do que nas crianças que é justamente falando o não para seu filho, não o maltratando fazendo tudo que ele pede, pois haverá um momento na vida dele que os pais não estarão perto para proteger e nessa hora é que o bully se aproveita, ele usa a fragilidade afetiva da vítima para praticar o ato e saciar seus desejos nefastos, saciar seus traços perversos. Então a primeira receita é: “frustre seu filho”, faço-o entender que nem tudo é do jeito que ele quer e que muitas vezes ele terá que batalhar para conseguir o que quer, isso vai fazer seu filho formar compromisso com seus próprios desejos e a medida que ele vai conseguindo, vai ficando mais confiante em si, não sendo atingido pelo comportamento do Bully.

Se ainda assim, você ou seu filho vier a sofrer ações de bullying, vamos aqui ensinar a você como lidar com essa situação, passo a passo.

  • Não demonstre reação a atitude do Bully isso fará com que ele fique confuso com seu comportamento e poderá fazer cessar a atividade, mas note, isso não é algo que vá funcionar sempre, então, minha primeira recomendação é afasta-se de quem está praticando a ação, mas não faça silenciosamente, diga que vai fazer uma outra coisa em outro lugar e se afaste, sem se importar. Acontece que essa pessoa pode simplesmente querer continuar, então se caso afastar não dê resultado, lute, encare, sim, sei que é difícil, mas encare seu medo e vá em frente e lute para que cesse a agressão, bullies normalmente se intimidam se você se posiciona contra, pois no fundo, o bullying somente ocorre quando o bully se sente seguro que está obtendo sucesso em seu comportamento.

 

  • Demonstre a seu filho, ou caso de você ser vítima de bullying, que existe uma força interna, e utilize essa força para combater o bullying, pois os bullies querem demonstrar e explorar a sua fraqueza interna, na verdade o verdadeiramente fraco são os bullies, pois eles precisam diminuir a força do outro para que possam se sentir fortes, assim, você demonstrando sua força interna superior, eles não continuarão com as atitudes.

 

  • Em um ambiente, sentindo e percebendo quem são os bullies, evite contato, use outros caminhos, outros encontros sociais, mas se isso não for possível, não deixe que saibam que você está evitando, simplesmente não demonstre. Uma boa saída para isso está na percepção do que cerca o bullyng, se você estiver em grupo, um Bully jamais vai te incomodar, portanto, tenha amigos e ande com eles, onde todos protegem todos contra essas pessoas.

 

  • Não faça piada com você mesmo, isso faz com que os bullies sintam-se bem sucedidos na humilhações e por conta disso, somente forçaram seus limites de resistência e tem mais, quando você se deprecia, você se rebaixa ao nível do bullie e entra em um terreno onde você não está acostumado a jogar, sendo assim, eles acabam ganhando pela própria experiência. Encoraje seu filho a se sentir valorizado, mas sabendo que nem tudo é do modo que ele anseia.

 

  • Uma arma que é fatal para todo bully é a resposta inteligente a um ataque vebal, uma “tirada” bem dada faz com que os bullies se tornem vítima do bullying afastando o comportamento ofensivo de você ou de seu filho, porque enquanto no terreno do bullying ele te vence pela experiência, use a sua inteligência para colocar o bully no seu terreno e uma vez no seu campo, você o vence. Agora, cuidado, muitas vezes o bully pode partir para a agressão física, caso isso aconteça, não deixe de tomar todas as medidas legais cabíveis, até mesmo ir a uma delegacia para fazer uma ocorrência. Não tenha vergonha de ser a vítima, se for ameaçado ou mesmo agredido fisicamente, procure as autoridades competentes. HÁ LIMITE PARA TUDO!

 

Essas são as minhas dicas para você ou seus filhos se livrarem desse aborrecimento e sempre, sempre converse com seu filho sobre o bullying, pois também temos que ter em mente que, ainda que seu filho não seja vítima de bullyng, temos que ficar de olho para que nossos filhos não sejam os bullies do colégio, e caso perceba seu filho com essa atitude, faça algo, pois do outro lado há um sofrimento e mais, se seu filho pratica bullying ele pode estar com alguma forma de sofrimento interno e essa pode ter sido a única maneira que ele achou para ser reconhecido como sujeito, desta forma ele pode estar em intensa dor e você ou mesmo ele, não saber o que está acontecendo internamente.

Bom carnaval a todos!

 

Sigam o autor no Instagram @robsonpribeiro  e no Facebook @robsonpaiva

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?