fbpx

Comissão da CLDF aprova criação da Universidade do DF

universidade
Foto: Reprodução/TV Web CLDFnivers

A Universidade do Distrito Federal (UnDF) pode se tornar uma realidade em breve. Nesta segunda-feira (21), em reunião extraordinária remota, a Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa do DF aprovou o projeto (PLC 34/2020) que autoriza a criação da nova instituição de ensino superior. 

O PLC 34/2020 é de autoria do Poder Executivo e deverá, de acordo com o relator do projeto, o deputado distrital Jorge Vianna (Podemos), promover o desenvolvimento regional do DF, no entanto, ele acredita que o investimento, de R$ 4,6 milhões em 2021, previsto será insuficiente. “É muito inferior ao que entendemos necessário para a criação e manutenção mínima de uma universidade, o que pode colocar em risco os atuais projetos da Escola Superior de Ciências em Saúde”, afirmou.

Ainda segundo o relator, para que a UnDF possa oferecer 20% das vagas da Universidade de Brasília (UnB), o investimento deveria ser de R$ 398 milhões ao ano. O distrital ainda cobrou do governo a apresentação do plano de implantação; a definição de cursos e vagas; a indicação das fontes de recursos permanentes; e o esclarecimento sobre as áreas onde serão estabelecidas as unidades da UnDF. 

Arlete Sampaio (PT), presidente da comissão, elogiou o GDF pelo projeto de criação da nova instituição, mas está preocupada com a sustentabilidade da nova instituição de ensino. Para a distrital é preciso integrar a UnDF com outras universidades e com o setor produtivo. Ela entende ainda que a nova instituição deverá formar professores, médicos e enfermeiros para suprir a demanda da rede pública do DF.

A UnDF, segundo Rodrigo Delmasso (Republicanos) deverá seguir as tendências de mercado para fortalecer a economia e auxiliar na inserção dos jovens no mercado de trabalho no DF. “Que seja voltada para as novas profissões e também àquilo que estamos vivendo hoje, que é o avanço da tecnologia da informação. Que os gestores não olhem para o retrovisor, mas para o futuro”, afirmou. Delmasso também destacou a importância de facilitar o acesso dos jovens de baixa renda ao ensino superior”.

O projeto que cria a nova instituição foi aprimorado graças à participação de especialistas, professores, estudantes e gestores, como destaca o deputado Leandro Grass (Rede). O distrital ainda pontua que a UnDF terá autonomia universitária, e o “tripé acadêmico”, ensino, pesquisa e extensão, como pode ser observado também na Universidade de Brasília.

 

*Com informações da CLDF

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?