fbpx

Chuva de meteoros na madrugada do dia 22 de abril.

Chuva de meteoros. Foto: Brian Tomlinson/flickr

Observar o fenômeno é uma boa oportunidade para quem está querendo sair da rotina na quarentena.

Acontecerá na madrugada entre os dias 21 e 22 de Abril o pico da Líridas, uma chuva de meteoros de intensidade média que ocorre todos os anos no mês de abril. O fenômeno é causado pela poeira do cometa Thatcher entrando na atmosfera Terrestre. Como a chuva acontece na direção da constelação de Lyra, recebeu o nome em sua homenagem.

No hemisfério norte, dependendo do local, a chuva poderá ter até 20 meteoros por hora. Já no hemisfério sul, para os brasileiros, a chuva não será tão intensa. Por aqui, teremos entre 7 e 13 por hora. As regiões Norte e Nordeste terão uma visão privilegiada em relação ao resto do Brasil. Mas em todos os estados será possível acompanhar o espetáculo astronômico. Não é preciso ter telescópios, câmeras e nenhum equipamento especial, se o tempo não estiver nublado, basta ter disposição para ficar algumas horas na madrugada olhando para o céu.

Este ano a Líridas será favorecida pela ausência da lua que estará brilhando muito pouco, quase em fase nova, o que permitirá um céu mais escuro facilitando a observação, a olho nu, dos meteoros luminosos. Para grande parte do Brasil, os meteoros vão começar a surgir após a meia noite e vão se intensificando até o amanhecer. Mas quem não tiver disposição para acompanhar a noite inteira, o recomendado é acordar por volta das 02h30 ou 03h da manhã e ficar até o céu começar a clarear.

Chuvas de Meteoros

Meteoros são fenômenos astronômicos bem conhecidos. Não é necessário ter medo, pois eles não causam dano algum. São popularmente chamados de “estrelas cadentes”, apesar de não serem estrelas. Eles acontecem quando um pequeno fragmento de rocha do espaço atravessa nossa atmosfera em altíssima velocidade, aquecendo muito o gás ao seu redor deles e liberando muita energia luminosa no processo.

Meteoros são comuns e podem ser vistos com frequência em todas as noites. No entanto, em certas épocas do ano, a Terra atravessa uma área do céu que possui uma quantidade maior de detritos deixados por cometas ou asteroides. Quando isso ocorre, vários desses fragmentos atingem a atmosfera ao mesmo tempo, formando as chuvas de meteoros.

Em 2020, com grande parte do mundo em quarentena e isolamento social, será uma boa oportunidade para acordar mais cedo observar o céu e, para quem acredita, desejar coisas boas às “estrelas cadentes”. Para os admiradores da astronomia, o Portal Contexto preparou um calendário astronômico, que contém as datas dos próximos eventos celestes.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?