fbpx

Eclipse parcial da Lua acontece nesta madrugada (19)

eclipse
Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Eclipse poderá ser observado no Brasil, especialmente, nas cidades do centro-norte

Na madrugada desta sexta-feira (19) acontece um eclipse parcial da Lua. O fenômeno é chamado de eclipse de microlua e é possível quando o satélite está no ponto mais distante da órbita ao redor da terra.

O professor Marcelo Schappo do Instituto Federal de Santa Catarina explica que “Isso acontece porque o caminho que a Lua percorre no entorno da Terra é uma elipse, ou seja, uma circunferência levemente achatada. Como ela está mais longe da Terra que a Lua cheia média, acaba ficando aparentemente menor, cerca de 7%.

Para os amantes dos fenômenos astronômicos a boa notícia é que será possível observar o eclipse no Brasil, mas somente o início do eclipse, que está previsto para acontecer às 4h20, horário de Brasília. O ápice deve ser observado às 6h.

As cidades brasileiras que terão melhor visibilidade são as do centro-norte, como Manaus, Rio Branco, Porto Velho, Boa Vista e Manaus. E o professor Schappo explica o motivo, nesses locais a lua se põe após o ápice do eclipse.

Quem mora em Macapá, Belém e Campo Grande conseguirá acompanhar boa parte do eclipse, mas os moradores das cidades da faixa litorânea do país não terão a mesma sorte, será bastante difícil acompanhar o fenômeno.

No momento do ápice do eclipse, a Lua apresentará um tom levemente avermelhado ou alaranjado, como indica o professor. E ele esclarece que isso acontece pois “a luz do Sol interage com a atmosfera terrestre e é desviada para dentro da sombra do nosso planeta, atingindo a Lua. Porém, no processo de interação com a atmosfera, as colorações avermelhadas da luz do Sol passam com maior intensidade.’’

Vale lembrar que o fenômeno pode ser observado totalmente na América do Norte e também, em países da América do Sul.

Por aqui, o próximo eclipse com boa visibilidade poderá ser observado em maio de 2022. No entanto, pode preparar o telescópio, pois em dezembro está prevista a chuva de meteoros Geminídeas, e o ápice deve ocorrer no dia 14. 

 

*Com informações da Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?