fbpx

ABCVAC teme não conseguir atender demanda da vacina contra gripe

demanda
Foto: Governo do Estado de São Paulo

A entidade revela a preocupação de não conseguir atender a demanda devido a quantidade de doses de vacinas que será disponibilizada pela indústria neste ano

O Ministério da Saúde anunciou que a campanha nacional contra a gripe deverá começar no próximo mês. No entanto, diferente da vacinação contra a covid-19, apenas o público-alvo pode ir ao posto de saúde para receber a dose contra a gripe, assim, quem não faz parte deste grupo precisa buscar as clínicas privadas, e o setor privado teme não conseguir atender a demanda.

A Associação Brasileira das Clínicas de Vacina (ABCVAC) diz que depois do surto no número de casos de influenza registrados no final de 2021 e no início de 2022, há uma expectativa de maior procura nas clínicas. Outro agravante, segundo a entidade, é a exclusão das crianças acima de cinco anos do grupo prioritário. Com isso, a falta de imunizantes poderá ser uma realidade. 

Esse cenário leva a crer que a demanda pela imunização ao longo desta campanha na rede privada seja maior. Em especial porque o vírus Influenza, causador da doença, tem uma característica sazonal: ele circula durante o ano todo, nas diversas regiões do mundo, com predomínio nos meses de outono e inverno, período que antecede a campanha. 

Geraldo Barbosa, presidente da ABCVAC, explica que a preocupação com a campanha contra a gripe é maior por se tratar do carro-chefe do mercado privado de vacinação, no entanto, esse cenário de escassez de imunizantes ocorre também com outras vacinas.  

“O setor privado de vacinas potencial é de 7% a 10% da população brasileira para todas as vacinas. No entanto, a indústria disponibiliza doses para atender aproximadamente 3% dessa população, deixando o mercado desassistido, em especial pela política de trabalhar a risco zero. Além disso, 90% do que é oferecido à rede privada fica concentrada em um grupo pequeno de grandes empresas”, ressalta Barbosa. 

Geralmente, a rede privada inicia por volta da última semana de março a campanha anual de vacinação contra a gripe. Em 2021, foram 8,5 milhões de doses aplicadas e para este ano, a expectativa é de 8 milhões. O valor das doses varia entre R$120 e R$160 em todo o Brasil. 

O imunizante encontrado nas clínicas particulares protege contra dois subtipos de Influenza A e mais dois subtipos de Influenza B. Já a vacina da rede pública é a trivalente e contém dois subtipos de Influenza A e um subtipo da Influenza B

Quem pode se vacinar?

Nas clínicas particulares, todos a partir dos 6 meses de vida podem vacinar-se, se não tiverem contra-indicações médicas  

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: