2 milhões de doses da vacina da Oxford chegam ao país no dia 16

2 milhões de doses da vacina de Oxford chegam ao país no sábado
Airbus 330neo da Azul foi o escolhido para buscar as doses da vacina na Índia. Foto: divulgação


O Airbus A330neo parte amanhã (14) do Recife para Mumbai, na Índia, com previsão de retorno para o dia 16 de janeiro. A expectativa é trazer para o país 2 milhões de vacinas de Oxforf/Astrazeneca produzidas pelo laboratório indiano Instituto Serum

Enquanto os técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) analisam a documentação da vacina Oxford/Astrazeneca, o Ministério da Saúde decidiu ir buscar o primeiro lote do imunizante na Índia, onde as doses estão sendo produzidas. O avião da Azul partirá amanhã (14) do Recife às 23h, o retorno deve acontecer no sábado (16).

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, disse durante um evento em Manaus que “É o tempo de viajar, apanhar e trazer. Já estamos com todos os documentos de exportações prontos”.

Para esta missão foi escolhido o Airbus A330neo, pois a aeronave é a maior da frota da companhia. O avião irá direto para Mumbai, serão 15 horas de voo em um trajeto de mais de 12 mil quilômetros. A carga, 2 milhões de doses da vacina produzida pelo Instituto Serum, está estimada em 15 toneladas. A Azul informou que o Airbus está equipado com contêineres específicos para garantir o controle de temperatura da carga de acordo com as recomendações do fabricante.

O Airbus deverá retornar ao Brasil no dia 16, o desembarque será no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, onde as doses ficarão armazenadas.

A vacina da AstraZeneca será distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para, assim, dar início à imunização em todo o país, de forma simultânea e gratuita.

“Vamos vacinar em janeiro. A vacina será distribuída simultaneamente em todos os estados na sua proporção de população e grátis”, ressaltou Pazuello que ainda disse em pronunciamento feito em Manaus que “quando a Anvisa concluir a sua análise de segurança e eficácia, três/quatro dias depois, nós estaremos distribuindo a vacina no Brasil. Ponto. A Anvisa vai se pronunciar no dia 17”.

A agência informou que poderá anunciar a decisão sobre o pedido do uso emergencial da vacina de Oxford/Astrazeneca e da Coronavac no próximo domingo.

A campanha de vacinação do governo federal contará com os 2 milhões de doses do imunizante britânico e com 6 milhões da Coronavac. De acordo com o Ministério da Saúde, o país já garantiu 354 milhões de doses.

Para viabilizar a logística e levar a vacina para todo o país, o Ministério da Saúde conta com o apoio da poio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas, Azul, Gol, Latam e Voepass. A segurança de todo o transporte em terra até os estados terá o apoio do Ministério da Defesa.

 

 

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?