fbpx

Open Day apresenta a evolução dos sistemas de produção de leite

open

A segunda edição do Open Day acontece no dia 22 de novembro, das 14h às 16h, e terá transmissão ao vivo pelo Facebook e também, pelo YouTube

Os sistemas de produção de leite e as melhores práticas implementadas no país serão os assuntos abordados na segunda edição do Open Day, evento realizado pelo Comitê Brasileiro da Federação Internacional do Leite (CB-FIL/IDF). Online e aberto ao público, o encontro, que está marcado para o dia 22 de novembro, às 14h, tem como objetivo dar mais visibilidade ao setor, que tem a missão de levar mais saúde à mesa dos brasileiros.

A produção de leite também é responsável por gerar emprego e renda para mais de 5 milhões de pessoas no país. Contribuindo para saúde e para a economia, o setor contribui para o Produto Interno Bruto e coloca o Brasil como o 3º maior produtor de leite do mundo, com 34 bilhões de litros por ano.

Aberto a todos os públicos, o evento é realizado pelo subcomitê de gestão de fazenda, sistemas de produção, e conforto animal do CB-FIL/IDF. Como destaca Andrew Jones, coordenador do comitê, o Open Day alcança além dos envolvidos na cadeia produtiva do leite. “É uma grande oportunidade para comunicar a comunidade em geral, que são os consumidores de produtos lácteos, a importância do setor primário dos sistemas de produção brasileiros de leite”.

De dimensões continentais, o Brasil apresenta diversas características e oportunidades para os produtores de leite. Para o segundo Open Day, o Comitê Brasileiro escolheu “pessoas extremamente engajadas e experientes nos temas abordados, fazendo um passeio pelos sistemas de produção adotados no país”. E a fim de entender melhor a realidade nacional, os expositores convidados irão abordar os também os modelos adotados em outros países.

O encontro do dia 22 de novembro também será um momento para ressaltar “o belo trabalho que o Brasil vem fazendo, tanto em termos de produção, produtividade, escala, qualidade de produção de leite, enfim, toda uma gama de fatores que tem se traduzindo em uma questão de sustentabilidade para o setor”, afirma Jones.

O representante do Comitê Brasileiro da Federação Internacional do Leite reforça que as questões ambientais e o conforto animal são temas em voga na atualidade e “todas essas boas práticas são adotadas pelos fazendeiros. Sempre será o foco produzir com qualidade, produzir com rentabilidade e se sustentar nesse meio”, pontua.

A pandemia do coronavírus surgiu como um desafio para os setores produtivos e no caso do leite não foi diferente, afinal, o aumento dos custos dos insumos e da produção impactaram diretamente na rentabilidade e vem atingindo toda a cadeia de produção do setor. Para Andrew Jones, seria importante “equalizar o pós-pandemia e voltar a navegar em uma normalidade, onde as rentabilidades estejam presentes em toda a cadeia para que ela se sustente como um todo”. 

A primeira edição do Open Day foi realizada em abril deste ano e os próximos encontros já estão sendo planejados, isto porque existem mais de 130 subcomitês no CB-FIL/IDF, e cada um aborda diferentes temáticas dentro do universo da produção de leite.

O evento do dia 22 de novembro conta com o patrocínio do Ajagro e CheckMilk e será transmitido pelo canal do YouTube da FIL Brasil e pelo Facebook do G100.

Programação 2o Open Day CB-FIL/IDF – 22 de novembro

14h – Abertura com Guillaume Tessier e Andrew Jones do CB FIL/IDF
14h10 – “Estrutura e Dinâmica dos sistemas de produção de leite no Brasil” com José Luiz Bellini Leite
14h20 – “Sistemas de produção em Países selecionados” com Lorildo Aldo Stock
14h30 – “Inovações disruptivas e os desafios da sustentabilidade e da pecuária leiteira 4.0” com Luiz Gustavo Pereira
14h40 – “Gestão eficiente de sistemas de produção de leite no Brasil” com Jônadan Min Ma
15h – “Casos de sucesso de Programa Balde Cheio” com André Novo
15h10 – “Caso de sucesso de Sistema de Produção no Nordeste Brasileiro” com Merinaldo Bezerra
15h20 – Perguntas e respostas com Guillaume Tessier e Andrew Jones
16h – Encerramento com Marcelo Bonnet e Wilson Massati Primo

Comitê Brasileiro da FIL/IDF

Criado em fevereiro de 2019, o Comitê Brasileiro (CB) da Federação Internacional do Leite (FIL/IDF) é composto por uma equipe multidisciplinar que se dedica a realizar estudos e pesquisas sobre leite, derivados e sobre os processos que envolvem toda a cadeia produtiva e de consumo.

Diretamente vinculado à FIL/IDF, o CB é a maior autoridade em conhecimento técnico e científico de toda a cadeia produtiva do leite: desde a produção passando pelo processo fabril até a comercialização dos produtos.

Apesar de recente, a presidência mundial da FIL/IDF foi indicada pelo Comitê Brasileiro da entidade.  Em novembro de 2020, associado ao Comitê Brasileiro, Piercristiano Brazzale foi eleito o presidente global da entidade.

No Brasil, grandes players do setor de Laticínios participam ativamente e se beneficiam dos estudos e informações que a FIL/IDF proporciona aos seus membros. Em abril deste ano, a entidade realizou o primeiro Open Day para apresentar os avanços do setor.

* Matéria produzida em parceria com o Terra Viva

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: