fbpx

Banco de leite do DF apresenta queda nas doações

A redução do alimento acontece na campanha do Novembro Roxo que conscientiza sobre a prematuridade

Foto: Breno Esaki/Agência Brasília

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal alertou sobre uma baixa nas doações de leite materno. A falta do alimento acontece justamente quando o Governo do Distrito Federal (GDF) se prepara para o novembro roxo, campanha que alerta sobre os riscos da prematuridade. Os bebês prematuros são os principais dependentes dos Bancos de Leite Humano (BLH).

Até setembro, 9,5 mil recém-nascidos foram alimentados com leite nas unidades neonatais. A coordenadora da Políticas de Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano do DF Miriam Santos explica a situação: “Até setembro tivemos 9.592 bebês receptores de leite materno nas unidades neonatais, e a maioria deles e de baixo peso” ressalta a coordenadora.

Foto: Agência Brasília

Além de concentrar a atenção para a doação, o Novembro Roxo incentiva o debate de assuntos como a importância do contato pele a pele entre mãe e filho, que cria um maior vínculo afetivo. De acordo com Miriam, o leite materno é essencial para salvar a vida dos bebês internados, mas caso os estoques continuem baixos, a preferência será para prematuros e de baixo peso, explicou.

Parceria entre entidades aumenta a coleta

No dia 26 de agosto, foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) um acordo de Cooperação Técnica entre a Secretaria de Saúde do DF e o Instituto Bombeiros de Responsabilidade Social (Ibres). Na teoria, a parceria proporciona um aumento da arrecadação de leite e dos números de receptores através de um regime de mútuo auxílio.

Segundo Miriam, o período do acordo vai colaborar para fortalecer ainda mais o vínculo entre a Secretaria de Saúde e Corpo de Bombeiros Militar nesta ação, além de dar mais segurança alimentar a todos os bebês que estão internados.

Doação de Leite Materno

É feita nas unidades de Banco de Leite do DF. A mãe doadora pode fazer o cadastro no Disque Saúde 160, opção 4, pelo site Amamenta Brasília ou pelo aplicativo disponível em IOS e Play Store. 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?