fbpx

Nova função do Pix possibilita integração de contatos do celular

Pix
Créditos: Reprodução/Banco Central

Banco Central anunciou mais duas novas funcionalidades que facilitarão o uso do novo método de pagamentos

O Banco Central não cansa de colocar novas funcionalidades no Pix. A Diretoria Colegiada do Banco Central (BC) alterou o regulamento anexo à resolução BCB nº 1, de 2020, que inclui uma nova função que possibilita o desenvolvimento, por parte das instituições participantes do Pix, de soluções que proporcionem a integração dos aplicativos das empresas com a lista de contato dos celulares dos usuários. Na prática, os contatos que o desfrutador estiver em seu aparelho móvel, será vinculado no Pix automaticamente. A medida facilita a identificação de quem cadastrou seu número de celular como chave Pix.

Outra novidade anunciada pelo BC, é que quem já utiliza o novo método de pagamentos instantâneos, poderá em caso de mudança de nome, solicitar a alteração das informações, como nome completo, nome empresarial e título do estabelecimento, sem a necessidade de excluir e registrar novamente a chave. A nova funcionalidade simplificará, por exemplo, o ajuste quando uma pessoa tiver que alterar o nome em decorrência do casamento, ou uma empresas alterar o nome do estabelecimento. Também passa a ser permitido, a partir de agora, que o usuário final possa solicitar o vínculo de seu nome social à chave Pix.

O usuário também pode gerar uma chave aleatória, com um código de até 32 dígitos ou mesmo usar os dados da conta. Cada chave eletrônica está associada a uma conta bancária. Pessoas físicas podem ter até cinco chaves por conta. Para pessoas jurídicas, o limite sobe para 20.

Dados cadastrais

Pix
Créditos: Reprodução/Banco Central

A diretoria informou que precisaram realizar uma mudança no regulamento do novo método de transição instantânea, para impedir que as instituições fixem limites do número de transações Pix, seja de envio ou de recebimento. O BC explicou que a vedação foi necessária para garantir condições competitivas igualitárias entre esses diferentes instrumentos de pagamento.

Além disso, foi estabelecido no Regulamento, que as instituições participantes ficam vedadas de fixar limites para o número de transações Pix, seja de envio ou de recebimento. Essa vedação é necessária para garantir condições competitivas equânimes entre diferentes instrumentos de pagamento.

*Com informações da Agência Brasil.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?