Anatel lança comparador de planos de celular

Ferramenta permite filtragem por pacotes e capacidade de franquia

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou ontem (23) o aplicativo Anatel Comparador. A ferramenta foi criada com o objetivo de auxiliar ao consumidor de serviços de telecomunicações a encontrar os melhores planos de celular, TV por assinatura, banda larga e telefone fixo.

Disponível nas principais lojas de aplicativos, para Android e iOS, o app é gratuito e possui filtros por preço, categoria de plano e operadoras disponíveis. A novidade irá ajudar os consumidores a encontrarem planos de serviços adequados ao perfil de consumo.

Em entrevista coletiva online para lançamento da iniciativa, o presidente da Anatel, Leonardo Euller de Morais, defendeu que o aplicativo contribui para fortalecer a atuação do consumidor no setor de telecomunicações.

“Hoje temos ferramenta que tem como objetivo o fortalecimento da capacidade de escolha dos consumidores. Ela gera empoderamento mediante ganhos de transparência, sobretudo na oferta. É uma peça chave para que o consumidor possa se tornar um agente mais ativo e decisivo no mercado”, ressaltou.

O aplicativo foi desenvolvido pela própria Anatel e as informações dos planos e pacotes são fornecidas e atualizadas pelas empresas prestadoras de serviço, que incluem pacotes promocionais e detalhamento de ofertas. O consumidor deve selecionar qual o município de residência para visualizar os planos corretos para sua localidade.

No lançamento da nova ferramenta a Anatel divulgou um vídeo de apresentação do Anatel Comparador. Confira:

Transparência

Na avaliação do coordenador do programa de telecomunicações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Diogo Moysés, a iniciativa é positiva, pois usuários têm dificuldade em comparar as diferentes alternativas de serviços de telecomunicações. Além disso, ela reduz o tempo de procura do consumidor.

“Contudo, é preciso garantir que as ofertas apresentadas estejam de fato sendo ofertadas pelas operadoras, para que o sistema não se transforme em um problema ao invés da solução. Além disso, um passo importante a ser dado é a construção de um sistema de dados abertos, que pode ser utilizado inclusive por outros desenvolvedores, para que o consumidor possa optar por outros comparadores, dando ainda mais transparência e possibilidades de acesso às ofertas das operadoras pelos consumidores”, defende.

 

 

*Com informações da Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?