Movimento visa retomada segura da economia

reabertura
Governo do Distrito Federal autorizou a reabertura dos shoppings no fim de maio. Foto: Marcelo Casal/ Fotos Públicas


O Instituto Unidos Pelo Brasil lançou uma campanha para a reabertura segura da economia nacional. Com o slogan
“Pela Vida, Pelo Trabalho e Pela Renda”, o movimento defende a retomada das atividades, tanto na indústria e quanto no comércio, para garantir a geração de renda e emprego no país. 

De acordo com os dados recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), considerando o mercado formal, o país já tem 12,9 milhões de desempregados.

Preocupados com este cenário, de desemprego, crise economia e crise de saúde, por conta da pandemia, empresários e entidades da cadeia produtiva se uniram para buscar soluções. O movimento formado pelo Instituto conta com o apoio de 21 entidades, como Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), além de 50 empresários do setor da indústria varejo e serviço. 

Foto: Nabil Sahyoun. Divulgação.

Nabil Sahyoun, líder do Instituto Unidos Pelo Brasil., destaca que “nossas pautas estão focadas na geração de emprego e renda neste momento de recuperação pós pandemia. Temos buscado diálogo para a liberação de linhas de crédito que efetivamente não atenderam sobretudo os pequenos empresários. O programa de manutenção de emprego ajudou assim como o auxílio emergencial, mas as linhas de crédito não chegaram efetivamente com as taxas esperadas e com elas evitaremos o fechamento de milhares e empresas especialmente as menores”, disse.

O movimento segue observando os números divulgados pelo Ministério da Saúde e o foco “enquanto entidade é dialogar com o poder público para chegarmos a protocolos seguros, como temos feito, mostrando que temos condições de fazer uma retomada segura”, afirma Sahyoun.

A reabertura de shoppings aconteceu já em várias cidades brasileiras. Estima-se que pelo menos 75% dos shoppings já estão com as portas abertas. Agora, os lojistas têm outro desafio: reconquistar a confiança do consumidor. 

Este desafio que também faz parte da pauta do movimento lançado pelo Instituto Unidos Pelo Brasil. “Nossa campanha de mídia na TV aberta, veículos impressos, rádio e internet com as redes sociais vem neste sentido de encorajar a retomada consciente. Passamos ⅓ do ano com grandes restrições de circulação e estamos prontos para a retomada segura. Temos que comunicar para que o consumidor volte e para que o empresário empreenda e invista”, declarou Sahyoun.

Reformas econômicas

Com base na estimativa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o desemprego estimado até o fim deste ano pode chegar a 18%. A fim de evitar este cenário, o Unidos pelo Brasil pede aceleração nas reformas propostas pelo Ministério da Economia.

“O ministro Paulo Guedes fez a proposta da reforma tributária em fases, implantou o programa Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e também o Auxílio Emergencial, mas estas são medidas paliativas. Precisamos nos concentrar na geração de empregos especialmente na indústria de transformação, no comércio e serviços, ou não teremos como pagar esta conta com a receita dos impostos e somos contra a criação de qualquer imposto”, finalizou Nabil Sahyoun, líder do Instituto Unidos Pelo Brasil. 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?