Libertadores 2021: Veja o que aconteceu na primeira rodada e o que esperar da segunda

Com exceção de Palmeiras, Flamengo e São Paulo, os outros brasileiros não iniciaram a Libertadores com pé direito e terão que correr atrás do prejuízo

libertadores 2021
A fase de grupos da Libertadores 2021 começou com tudo – Foto: Henry Romero/Reuters/Direitos reservados

A segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América começa hoje (23). Para que você possa relembrar o que aconteceu na semana passada e qual a situação do seu time, iremos relembrar os fatos e fazer um breve prognóstico do que deve acontecer nesta semana com as equipes brasileiras. Vamos começar pela ordem dos grupos.

Grupo A – Palmeiras

O Palmeiras tinha tudo para ter uma vitória tranquila e afastar de vez a crise na partida contra o Universitario. O alviverde foi até o Peru e estava com a vitória garantida: abriu 2 a 0 na primeira etapa e tinha o domínio do jogo. Porém, tudo mudou em questão de três minutos. Após a expulsão de Empreur, o Palmeiras tomou dois gols e tomou sufoco. Na última bola do jogo, Renan fez de cabeça e garantiu a estreia com três pontos na Libertadores.

O jogo foi sofrido, no susto e emocionante. Praticamente um retrato do que é o futebol sul-americano e a Libertadores. Hoje o Palmeiras enfrenta um concorrente direto pela liderança do grupo que, inclusive, já deu problema pra time brasileiro nesta edição. 

O Independiente del Valle eliminou o Grêmio na última fase da pré-Libertadores e é o time que mais pode dificultar um jogo para o Verdão tecnicamente. E é o que deve ocorrer nesta noite, já que eles empataram dentro de casa contra o Defensa y Justicia. Porém, o Palmeiras deve fazer a lição de casa e se manter invicto, pois apesar do momento turbulento que vive é mais time. Afinal, quem quer ir longe no torneio tem que ganhar todas em casa.

Grupo B – Internacional

O Internacional enfrentou o Always Ready na altitude da Bolívia e perdeu por 2 a 0. Visto que a altitude sempre é um fator desequilibrante para os times brasileiros, o resultado foi de certa forma normal. Contudo, o que não era esperado era um rendimento tão abaixo dos comandados de Ramirez. Se der a lógica, na volta os colorados devolvem esse placar com juros dobrado.

Hoje o Internacional enfrenta o Deportivo Táchira no Beira Rio. Ou seja, é hora de garantir a vitória em casa de qualquer maneira e tirar pontos do adversário que venceu o jogo da última rodada.

Grupo C – Santos

O Santos vive um momento extremamente conturbado dentro e fora das quatro linhas. O time perdeu o jogo de estreia contra o Barcelona na Vila Belmiro jogando mal. Para completar, o técnico Ariel Holan pediu demissão do cargo após um foguetório em frente a sua residência depois de ter perdido o clássico contra o Corinthians no final de semana, pelo Campeonato Paulista. Para completar, o venezuelano Soteldo foi negociado com o Toronto FC e já não faz mais parte do elenco santista.

Em meio a toda essa situação o Santos vai encarar o Boca Juniors jogando na La Bombonera. Se der a lógica, o Boca vencerá a partida com facilidade, o que comprometeria bastante as chances de seguir vivo na Libertadores do time da Baixada Santista.

Grupo D – Fluminense

O retorno do Fluminense à Libertadores foi num grupo desafiador. A estreia foi contra o tradicional River Plate, time já cascudo e que possui um dos técnicos com o trabalho mais longevos do mundo. O tricolor empatou o jogo e fez uma atuação regular. A grande surpresa positiva foi a atuação de Casares, que mudou a cara do jogo com mais dinâmica no meio de campo e deu a assistência para o gol de Fred. 

Na quarta-feira (28), o Fluminense fará seu primeiro jogo fora de casa contra o Santa Fé. A expectativa é de que tenha mudança no elenco para que haja uma dinâmica maior entre a defesa e o ataque. Afinal, o Fred precisa ser abastecido para marcar os gols.

Grupo E – São Paulo

O torcedor do tricolor paulista está Cresponizado! O São Paulo teve uma mudança geral desde a chegada de Hernán Crespo. O argentino deu padrão de jogo ao time e uma coisa que faltava ao elenco: garra. Com todo o efeito causado pelo treinador e o bom elenco, o torcedor são paulino está esperançoso, e com razão, para a Libertadores.

O São Paulo foi o time brasileiro que teve a melhor atuação na rodada, pois venceu o Sporting Cristal,fora de casa, por 3 a 0. Na quinta-feira (29), os tricolores receberam o Rentistas em casa. Espera-se novamente uma boa atuação acompanhada de vitória do Soberano. 

Grupo G – Flamengo

“Se não for sofrido, não é Flamengo”. Esse foi o lema da noite de estreia do Flamengo na Libertadores. Os Rubro-Negro foram até a Argentina para enfrentar o jovem e promissor elenco do Vélez Sarfield. O time carioca fez um bom primeiro tempo, mas não aproveitou com efetividade as chances criadas e sofreu um gol numa falha defensiva. A história se repetiu no início do segundo tempo, pois o Vélez tomou a frente do placar novamente num erro defensivo. Entretanto, o Flamengo foi atrás do resultado e comandou o restante da partida que terminou 3 a 2.

Com os três pontos fora garantidos, o Flamengo encara hoje o Unión La Câmera no Maracanã. A expectativa é de que o time dê um chocolate nos chilenos que estão fazendo sua primeira participação na história da Libertadores.

Grupo H – Atlético-MG

O Galão da Massa foi até a Venezuela enfrentar o La Guaira. O time brasileiro decepcionou no quesito criatividade e abusou de bolas alçadas na área adversária. A equipe da casa abriu o placar após um erro na saída de bola e terminou a primeira etapa com a vantagem no placar. O jogo mudou de figura no segundo tempo e o Atlético tomou o comando das ações ofensivas, mas com muito “chuveirinho” na área do La Guaira. 

O destaque positivo da partida foi a boa entrada de Zaracho que participou bem da criação das jogadas e foi o autor do gol de empate. Além dele, o goleiro Everson também estava numa noite inspirada e fez, no mínimo, três defesas difíceis para garantir o placar.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?