Histórico: Ferrari comemora corrida 1000 na F1

ferrari
Crédito: Ferrari


A pandemia pode ter mudado o calendário da Fórmula 1 (F1) em 2020, mas não apagou a comemoração das marcas históricas. Em agosto, o Grande Prêmio (GP) da Inglaterra marcou os 70 anos da F1. Neste mês, a festa é da Ferrari, a escuderia italiana, que representa a paixão e conquistas, comemorou 1000 provas no último fim de semana.

A corrida foi especial para os italianos. Pela primeira vez, Mugello, a pista de teste da Ferrari, recebeu um grande prêmio. Mas o GP da Toscana não teve o resultado esperado pelos ferraristas. 

A prova foi marcada por batidas e muitas confusões. Teve recorde, mas não foi da Ferrari. Lewis Hamilton, piloto da Mercedes, conquistou a vitória de número 90 na categoria.

Os pilotos da Ferrari foram discretos, Charles Leclerc terminou em oitavo e o pentacampeão, Sebastien Vettel conseguiu marcar apenas um ponto ao completar a prova em décimo.

A atual temporada está longe dos sonhos de qualquer ferrarista. O carro deixou de ser competitivo, e os resultados estão bem abaixo para um time tão tradicional e histórico da categoria.

ferrari
Crédito: Ferrari

Fatos históricos da Ferrari

A primeira vitória da Ferrari na F1 aconteceu, em 1951, no Grande Prêmio da Grã-Bretanha com o piloto Jose Froilan Gonzalez. Ainda na década de 1950, Juan Manuel Fangio foi campeão com o time italiano. O nome da Ferrari nos anos 1960 foi John Surtees. Na década seguinte, foi a vez de outra lenda do esporte: Niki Lauda, que faleceu no ano passado.

De 1996 até 2006, Michael Schumacher foi o grande nome da escuderia. Foram cinco títulos mundiais com o alemão, que ao total, se consagrou campeão na F1 por sete vezes.  Kimi Raikkonen, em 2007, foi o último piloto a conquistar um título da F1 pelo time italiano. 

O Brasil também faz parte da história da Ferrari. Rubens Barrichello foi o fiel escudeiro de Schumacher. Ele foi vice-campeão duas vezes, em 2002 e 2004.

Já Felipe Massa quase foi campeão em Interlagos. Na temporada de 2008, ele venceu a prova no Brasil, mas não foi o suficiente. Nas últimas curvas, Hamilton conseguiu a pontuação necessária para tirar a taça do brasileiro.@020

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?