fbpx

Hebert Conceição nocauteia adversário e fica com ouro em Tóquio

hebert
Foto: Wander Roberto/COB

Com nocaute, Hebert Conceição garantiu a medalha dourada no Japão. Amanhã, é a vez de Bia Ferreira tentar o título olímpico

Prometia ser uma luta bastante complicada para o brasileiro Hebert Conceição.bert Conceição. A final da categoria até 75 kg foi contra o campeão mundial de 2017 Oleksandr Khyzhniak. E não foi nada fácil, o ucraniano estava à frente no placar e chegou a vencer os dois primeiros rounds. Mas o jogo virou.

Faltava pouco para o fim da luta, e a 1 minuto e meio para o encerramento, Hebert Conceição encaixou um soco certeiro e derrubou o campeão mundial. Com o nocaute, o boxeador repetiu o feito de Robson Conceição no Rio de Janeiro em 2016.

“Difícil falar a sensação, é incrível, uma emoção muito grande, senti e energia de todo mundo que estava torcendo. Eu pensei durante os rounds que tinha muita gente mandando energia por esse nocaute. Eu acreditei que eu podia e que bom que aconteceu, eu fui premiado e a gente merece”, afirmou o boxeador.

O ucraniano começou mais agressivo na final, e o brasileiro estava atrás no placar, os juízes davam 20 a 18 para o rival, e a única chance de vencer era encaixar o golpe perfeito, e assim, foi feito. Hebert levou o campeão mundial de 2017 ao chão e ficou com o ouro olímpico.

A conquista de Hebert Conceição é a oitava medalha do boxe nas Olimpíadas para o Brasil. Na madrugada de domingo, 2h, horário de Brasília, será a vez de Bia Ferreira tentar o ouro na categoria até 60 kg. O país já bateu o recorde de medalhas em um única edição de Jogos Olímpicos, já são 19 medalhas conquistadas e ainda duas já estão garantidas com a final do boxe e a do vôlei feminino.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?