fbpx

Fórmula 1 em São Paulo terá presença de público

Fórmula 1
Imagem área de Interlagos. Foto: Pirelli/LAT Images/Fotos Públicas

O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo governador e prefeito da capital

O Grande Prêmio São Paulo de Fórmula 1, agendado para acontecer entre os dias 5 e 7 de novembro, acontecerá com presença de público. A confirmação foi feita durante uma coletiva no Palácio dos Bandeirantes com a presença do governador João Doria e do prefeito Ricardo Nunes.

Com o avanço da vacinação no estado de São Paulo e na capital paulista, o icônico Autódromo José Carlos Pace poderá receber 100% da lotação das arquibancadas e de outros setores. Um novo lote de ingressos estará à venda a partir do dia 27 de agosto pelo site oficial do evento: http://f1saopaulo.com.br/fila-de-espera.

O secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, comentou a decisão de ter público em Interlagos: “Todos os ambientes de acesso serão controlados e, mais do que isso, teremos a vacinação. O ritmo está célere e teremos grande parte do público vacinado com a segunda dose. Fora que os espaços terão álcool em gel, a obrigação do uso da máscara, aferição de temperatura e outras estratégias estão sendo adotadas, como exigência de vacina e testagem 48 horas antes do acesso”.

De olho no sucesso da volta da F1 à São Paulo, a organização solicitou uma mudança no calendário para que a corrida aconteça no fim de semana do feriado do dia 15 de novembro. “Se esse pedido for aceito, para nós aumenta muito o ingresso de receita na cidade e no estado. Poderemos ter uma expansão de 25% na receita da Fórmula 1 em São Paulo, chegando a R$ 140 milhões a mais de recente e geração de mais empregos”, reforçou João Doria.

Garantia de espetáculo

A temporada de 2021 da F1 está sendo protagonizada pelo sete vezes campeão Lewis Hamilton e pelo jovem piloto Max Verstappen. A cada prova, os dois brigam ponto a ponto pelo título deste ano. 

Além do duelo, a categoria criou um novo formato para trazer mais emoção para pilotos e torcedores: a ‘sprint race’. A prova rápida será realizada três vezes neste ano e a estreia foi em Silvestone, Inglaterra. Basicamente, a tomada de tempo se tornou uma corrida menor e o resultado final define o grid de largada para domingo. 

A próxima etapa com a realização da sprint race será em Monza, no próximo mês.

Geração de Empregos

A realização da Fórmula 1 em São Paulo resulta em efeitos positivos para a economia local, neste ano, cerca de 8 mil empregos poderão ser gerados por conta do evento. 

O governador João Doria apresentou outros números, “segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas, a realização do Grande Prêmio em Interlagos deve gerar 8 mil empregos e terá um impacto econômico de R$ 670 milhões para a cidade de São Paulo. Aos torcedores e apaixonados pela Fórmula 1, será obrigatório o uso de máscara, a temperatura será medida de todas as pessoas, o uso de álcool em gel será facultado a todos os setores do autódromo e outras medidas poderão ser adotadas para o sucesso deste evento”, disse Doria.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?