fbpx

FIA reage ao comentário racista contra Hamilton

racista
A luta contra o racismo é uma das bandeiras de Hamilton. Foto: F1

Fala racista de Nelson Piquet contra Lewis Hamilton provocou reação no universo da velocidade

Lewis Hamilton vem mudando paradigmas dentro do automobilismo mundial e não é de hoje. Ser o primeiro piloto negro campeão da Fórmula 1 não é fácil. Nesta quarta-feira, o piloto, a Federação Mundial de Automobilismo, a F1, a equipe Mercedes reagiram ao comentário racista de Nelson Piquet.

Em entrevista por vídeo ao jornalista Ricardo Oliveira, o tricampeão e pai da namorada de Max Verstappen chamou o heptacampeão de “neguinho”. A conversa aconteceu em novembro passado e a reação veio hoje.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) reagiu defendendo o piloto inglês. “A FIA  condena veementemente qualquer linguagem e comportamento racista ou discriminatório, que não tem lugar no esporte ou na sociedade em geral. Expressamos nossa solidariedade a @LewisHamilton e apoiamos totalmente seu compromisso com a igualdade, diversidade e inclusão no esporte a motor”

A Fórmula 1 divulgou uma mensagem: “Lewis é um embaixador do nosso esporte e merece respeito. Os seus esforços incansáveis de aumentar a diversidade e a inclusão são uma lição para muitos e algo que nós estamos comprometidos na F1”. O post foi compartilhado pelas outras equipes da categoria, como a Ferrari e Aston Martin. 

George Russell, companheiro de Hamilton na Mercedes disse: “Grande respeito ao LH. Ele fez mais pelo esporte do que qualquer piloto na história, não apenas na pista, mas fora dela. O fato de que ele e tantos outros AINDA estão tendo que lidar com esse comportamento é inaceitável. Todos nós precisamos nos unir contra qualquer tipo de discriminação”

Lewis Hamilton se manifestou em três tuítes, e um deles em português: “Vamos focar em mudar a mentalidade”. O inglês, que sempre teve como ídolo Ayrton Senna, ainda respondeu a um tuíte que dizia: “E se Lewis Hamilton apenas tuitasse: ‘Quem diabos é Nelson Piquet?”

Rodrigo Piquet saiu em defesa do pai, e postou no Instagram: “Inacinha nossa segunda vó, e a mãe de alma e coração do meu pai e meus tios!! Ela chamava todos nós de neguinhos… não é sobre o que se fala e sim sobre o AMOR!”. 

Max Verstappen e a Red Bull até o momento do fechamento deste texto não se pronunciaram publicamente sobre o caso.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: