fbpx

F1: acidente impressionante marca o GP do Bahrain

acidente
Acidente com Romain Grosjean no Bahrain. Piloto não teve fraturas, apenas queimaduras. Foto: F1

O domingo da F1 foi marcado por um dos acidentes mais impressionantes da categoria e um milagre, afinal, o piloto saiu consciente e sem maiores lesões

A Fórmula 1 esteve no Bahrain para a realização da 15ª etapa do campeonato. Mesmo com o título definido, Lewis Hamilton se consagrou campeão na corrida anterior, a prova foi bastante movimentada e já na primeira volta, um dos acidentes mais impressionantes dos últimos tempos da categoria.

Na curva 3, o piloto da Haas F1 Team, Romain Grosjean teve um contato com Daniil Kyvat e logo depois se chocou com a mureta de proteção, ele estava a 221 km/h. Ali um milagre aconteceu, pois o monoposto se partiu ao meio e pegou fogo.

Por conta da largada, o carro médico estava logo atrás do pelotão e parou imediatamente para prestar os primeiros socorros, assim como a brigada de incêndio da pista. O médico conseguiu retirar Grosjean do carro em chamas, e prontamente, o piloto foi levado, de helicóptero, para o hospital.

O piloto estava consciente o tempo todo, isso facilitou a saída do cockpit, se ele tivesse desmaiado, o fogo teria que ter sido apagado para a retirada do piloto. Grosjean teve queimaduras nas mãos, uma vez que as luvas não têm a mesma proteção anti-chama do macacão. Os exames de raio-x mostraram que o francês não teve nenhuma fratura. A expectativa é que ele tenha alta nesta terça-feira (1).

Corrida

A corrida foi paralisada para a limpeza da pista, depois de praticamente, 1h30, a bandeira verde apareceu, e o público viu mais um passeio de Lewis Hamilton, que mesmo com o título debaixo do braço não desacelerou. Marcou a pole no sábado e venceu mais uma vez no ano.

Mesmo sem brigas pela ponta, a prova foi bastante movimentada, foram inúmeras disputadas de posição e mais dois acidentes, a capotagem de Lance Stroll e Sérgio Perez, que teve um problema no motor e o carro começou a pegar fogo, felizmente, o piloto também saiu sem problemas.

acidente
Cockpit do carro de Grosjean. Foto: F1

Investigação e papel do Halo

Diretor da F1, Ross Brawn prometeu uma investigação rigorosa entender melhor o acidente. Segundo ele, “foi um choque enorme, já que o fogo é algo que eu não via na F1 há muito tempo, e imediatamente pensei, o que poderia ter causado isso, já que o tanque de combustível está tão bem protegido? Obviamente há óleo no carro e outros fluidos, mas foi estranho quando vi o incêndio.”

O halo, uma das medidas de segurança implementada nos últimos anos na categoria, foi fundamental no acidente de ontem. Brawn comentou: “Acho que todos se orgulham das medidas de segurança que foram desenvolvidas nos últimos anos. O halo desempenhou um papel importante.”

Em um vídeo divulgado pelo Instagram, Grosjean admitiu que não gostava muito do halo, mas disse que mudou de ideia e afirmou: “a melhor coisa que trouxemos para a F1, e sem ele eu não seria capaz de falar com vocês hoje.”

 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?