Meu espaço, minha marca

Tune Arquitetura explica como representar a sua marca no seu espaço comercial

Em projetos de arquitetura comercial um dos maiores desafios é alinhar a decoração do espaço com a forma que a empresa se posiciona perante o seu público no mercado de trabalho. Cada empresa tem suas necessidades fundamentais e é preciso compor o espaço de forma que fique tudo alinhado com a identidade visual da marca.

# Os primeiros passos

Antes de iniciar o desenvolvimento do projeto arquitetônico é preciso estudar sobre a empresa e entender quais são as prioridades para o ambiente. Quais as sensações que a empresa quer transmite para o seu público? Quais as características do público alvo e qual a preferência em relação a sintonia do espaço, seja ela com os sócios, com a equipe ou com o cliente final, por exemplo.

Vale lembrar que essas “respostas” são alcançadas com maior precisão com o tempo de mercado, porém são de extrema importância para o planejamento da arquitetura comercial.

# As cores e seus impactos

As cores da marca transmitidas na identidade visual da empresa também devem estar presente no espaço como um todo na hora do planejamento.

Elas influenciam diretamente a percepção das pessoas, seja ela o consumidor ou a equipe que irá ocupar o espaço através das sensações que carregam consigo. As cores podem aumentar ou diminuir a produtividade além de transmitir sensações de segurança, criatividade, inquietação ou otimismo, por exemplo.

Muitas vezes as pessoas acreditam que o emprego das cores na arquitetura pode sobrecarregar o espaço. Na realidade não necessariamente precisam estar aplicadas no espaço físico em si, mas sim em mobiliários e decorações que compõem o ambiente.

As cores neutras (branco, cinza e preto) são consideradas cartas coringas que alinhadas a outras cores frias ou quentes podem intensificar ou neutralizar a percepção ao olho humano.

# Organização espacial e a marca

Empresas que possuem a identidade visual enquadrada em um perfil descolado por exemplo, tendem a ter uma organização espacial mais agrupada entre os funcionários principalmente nas áreas de produção. Esse layout normalmente explora a melhor integração e criatividade da equipe através da comunicação direta entre eles. É claro que a classificação da profissão também é um dos quesitos a serem levados em consideração juntamente com a identidade visual da empresa. A arquitetura e urbanismo como profissão que explora a criatividade por exemplo, tendem a ter a organização espacial muito ligada a marca do escritório/empresa, pois podem ter estações de trabalho interligadas ou individuais, salas de reunião privativas ou públicas. Nessa hora o diferencial para definição do layout é marca e a forma que a empresa quer se comunicar com o público, que será influenciado diretamente na organização espacial do ambiente.

 

Integração na organização espacial. Projeto:Tune Arquitetura

# Iluminação e suas sensações

A iluminação é um item muito importante na criação do espaço principalmente em ambientes comerciais e deve estar alinhada com a identidade visual da empresa. Marcas que transmitem a sensação de seriedade, como escritórios de advocacia, presam por espaços na maioria das vezes com uma iluminação mais sóbria. Empresas que exploram a criatividade ou que possuem uma identidade visual mais despojada, exploram a iluminação mais clara com cores neutras.

Exploração da iluminação em ambientes criativos. Projeto:Tune Arquitetura. Foto: Júlia Tótoli. 61 Imóveis

 

É muito importante que a sensação transmitida pela identidade visual da empresa esteja alinhada com o seu espaço arquitetônico como um todo na hora do planejamento.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?