fbpx

Dobradinha da McLaren em corrida quente em Monza

McLaren
Festa no box da McLaren na Itália. Foto: Reprodução/McLaren

A primeira dobradinha do ano foi da McLaren, Daniel Ricciardo voltou a vencer e Lando Norris terminou em segundo e Bottas fechou o pódio. Mas essa corrida deu o que falar..

O Grande Prêmio de Monza, na Itália, da Fórmula 1 reserva surpresas e neste fim de semana não foi diferente. No sábado aconteceu a segunda corrida sprint da temporada e a vitória ficou com Valtteri Bottas, no domingo, o sorriso foi todo de Daniel Ricciardo e Lando Norris, os pilotos da McLaren fizeram a primeira dobradinha do ano.

Mas e Lewis Hamilton e Max Verstappen? A rivalidade entre os dois ponteiros do campeonato subiu o tom, e os fãs da Fórmula 1 estão tendo a chance de ver um duelo como foi visto com Alain Prost e Ayrton Senna.

Antes de falar dos dois é preciso contar como foi a corrida sprint. Bottas e Hamilton estavam na primeira fila, mas o inglês largou mal e caiu para quinto lugar. Verstappen assumiu o segundo lugar e manteve a posição até a quadriculada. Bottas terminou em primeiro, contudo, por ter trocado o motor, o finlandês largou em último e a corrida dele foi um show à parte.

A primeira fila no domingo tinha Verstappen, o pole, e Ricciardo, na sequência estavam Norris e Hamilton. Ao apagar das luzes, o piloto da McLaren pulou para a ponta e o líder do campeonato se manteve em segundo. Hamilton chegou a colocar de lado, mas não conseguiu passar Verstappen e acabou ficando em quarto, atrás de Lando Norris.

Apesar de não ter o melhor rendimento, Riccardo foi se mantendo à frente da Red Bull de Max Verstappen e talvez, a única chance seria nos pits de ganhar a posição da McLaren. Pela primeira vez no ano, o time comandado por Chris Horner falhou na troca do holandês e acabou dando esperança para Lewis Hamilton, que poderia ganhar a posição nos boxes.

Choque de titãs

mclaren
Batida entre Hamilton e Verstappen. Foto: LAT Images for Mercedes-Benz Grand Prix Ltd/Fotos Públicas

A Mercedes chamou o inglês para o box e também não fez uma troca ideal, mas ainda bem melhor do que o pit da Red Bull. Hamilton conseguiu voltar à frente de Verstappen, mas o holandês não ia deixar barato e não deixou, os dois dividiram a primeira curva do circuito e o resultado foi um toque que encerrou a corrida para os rivais.

Incidente de corrida? Depois da prova, Max Verstappen foi considerado culpado e será penalizado com três posições na próxima corrida. A Red Bull já desejava trocar o motor do holandês, assim, no GP da Rússia, o líder do campeonato deverá largar em último.

O holandês, usando as redes sociais, disse: “Hoje foi muito infeliz. O incidente poderia ter sido evitado se eu tivesse deixado espaço suficiente para fazer a curva. Você precisa de duas pessoas para fazer funcionar e sinto que fui espremido para fora. Quando competimos um contra o outro isto pode acontecer, infelizmente”.

Halo salvou o dia

O carro de Verstappen catapultou na zebra e passou por cima da Mercedes de Hamilton. O inglês reconheceu que a inovação do halo salvou o dia e evitou que algo pior acontecesse. 

Pelo twitter, Hamilton disse: “em dias como o de hoje, lembro-me de como eu sou sortudo. Leva um milisegundo para ir da corrida para uma situação muito assustadora. Hoje alguém deve estar olhando por mim. #TimeLH: eu sou muito grato por cada um de vocês, vocês são os melhores. Ainda assim nós levantaremos”

Dobradinha da McLaren

Popular e querido, Daniel Ricciardo já tinha sete vitórias na Fórmula 1, e no domingo, ele não deixou a chance de voltar ao pódio escapar. Em uma pilotagem precisa e sem problemas nos pits, o australiano venceu e ainda fez a melhor volta da prova na última volta. E o piloto do dia foi? Ele mesmo.

P20 para o P3

mclaren
Festa do pódio na Itália. Foto: Steve Etherington for Mercedes-Benz Grand Prix Ltd/Fotos Públicas

Valtteri Bottas, após a troca do motor, largou em último e foi escalando o pelotão. Em uma prova sensacional, o finlandês conseguiu terminar em terceiro e pode comemorar.

“Eu disse à equipe que estaria no pódio hoje, então estou feliz por ter feito isso. Uma grande recuperação para mim, eu não acho que ganhei tantos lugares em uma corrida em minha carreira. Começar de costas nunca é fácil e, no final, estou feliz por termos conquistado mais pontos do que a Red Bull hoje, especialmente considerando onde estávamos antes da corrida. Foi divertido lá fora, algumas ultrapassagens boas e algumas boas corridas. A batalha com Perez foi boa e estou muito feliz com meu resultado. Provavelmente um dos meus melhores fins de semana com a Mercedes, acho que estive forte durante todo o fim de semana, então isso é muito satisfatório. Obviamente, é uma pena o acidente com Lewis e Max – perdemos alguns pontos importantes aí. Ainda não vi o incidente de maneira adequada, mas fico feliz em saber que ele está bem. Agora precisamos olhar para frente e espero levar esse impulso para a Rússia, um caminho em que tive um bom desempenho no passado.”

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?