DF inicia pesquisa de plasma de pacientes curados da Covid-19

Terapia com plasma será testada como forma de conter avanço do novo coronavírus. Hemocentro fará cadastro de doadores.

A partir desta quarta-feira (29), a Fundação Hemocentro irá estudar a eficácia e segurança no tratamento de pacientes utilizando o plasma sanguíneo de pessoas recuperadas da Covid-19. De forma voluntária, o cadastro pode ser feito no site da fundação.

A Universidade de Brasília (UnB), a Fundação Hemocentro, o Laboratório Central da Secretaria de Saúde (Lacen) e hospitais da rede pública do DF querem saber se é possível conter o avanço do novo coronavírus a partir do sangue de quem conseguiu se curar.

O plasma convalescente é a parte líquida do sangue coletada de pacientes que se recuperaram da doença. Estudos preliminares apontam que o material recolhido ajuda a combater a infecção viral por meio de seus anticorpos. A técnica de transferir anticorpos de pessoas curadas para doentes – transferência passiva de imunidade – já foi estudada anteriormente com outras doenças virais. Houve melhora do quadro clínico dos pacientes após receberem o plasma de pessoas recuperadas. Na China, a técnica deu resultado em um pequeno grupo de pacientes. Os Estados Unidos estão testando o uso, assim como o Brasil.

“O trabalho da nossa pesquisa é fundamental para que a gente possa mostrar a efetividade da utilização do plasma no tratamento desses pacientes. A Fundação Hemocentro versa em cima da regularidade, do controle e da segurança de todos os pacientes e doadores que serão submetidos à pesquisa”, garante o presidente do Hemocentro, Osnei Okumoto.

Como posso me candidatar à pesquisa?

Para participar da pesquisa, a pessoa curada da covid-19 precisa atender a alguns critérios básicos:

  • Ter entre 18 e 60 anos de idade;
  • Pesar no mínimo 60kg;
  • Se mulher, não ter histórico de gestações;
  • Ter diagnóstico laboratorial confirmado de infecção por SARS-Cov-2;
  • Estar sem sintomas de Covid-19 há pelo menos 15 dias;
  • Não ter tido manifestações graves em função da Covid-19 (choque séptico, parada cardíaca e/ou entubação traqueal/respiratória).

A pessoa interessada em doar plasma também precisa atender as condições básicas para doação de sangue e se atentar aos impedimentos ao ato. Para se candidatar, clique aqui e preencha este formulário. Após o envio das respostas, aguarde contato da equipe de pesquisa para agendar uma entrevista.

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?