DF: Decreto flexibiliza funcionamento de comércio de rua

A partir desta sexta (7), os estabelecimentos poderão abrir 2h mais cedo. Confira os detalhes do novo decreto do GDF

novo decreto, Ibaneis Rocha, gdf
Ibaneis Rocha (MDB) permitirá a flexibilização do comércio de rua nesta sexta-feira (7)- Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília.

O comércio está voltando aos horários normais aos poucos. Nesta segunda-feira (3), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, assinou um decreto com a redução do toque de recolher, o reajuste de horário de estabelecimentos específicos e a volta de atividades coletivas. Agora, a medida que entra em vigor a partir desta sexta-feira (7) também inclui o comércio de rua. 

Sendo assim, o novo decreto que será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) flexibiliza o funcionamento de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço que tiveram os horários de atendimento alterados pelas medidas de contenção à pandemia da Covid-19.

Ou seja, a partir de agora, passam a funcionar das 9h às 20h: lojas de calçados, de roupas e de tecidos; as óticas; as papelarias; os serviços de corte e costura; os armarinhos; as lavanderias, tinturarias e os toalheiros; as empresas de tecnologia, equipamentos e suprimentos de informática; além dos setores eletroeletrônico e moveleiro.

O decreto anterior, número 41.913, de 19 de março de 2021, determinava a abertura destes estabelecimentos às 11h.

Enquanto os salões de beleza, barbearias, esmalterias e centro estéticos, que estavam impedidos de abrir antes das 10h, já podem funcionar das 8h às 19h. Agências de viagens, operadores turísticos e serviços de reservas e atividades de organizações associativas também seguirão os mesmos horários de abertura e fechamento.

Nos shoppings centers e centros comerciais, o funcionamento das 10h às 22h continua valendo, conforme foi determinado na publicação desta segunda-feira.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?