fbpx

Decreto libera uso de máscaras ao ar livre no DF

A norma foi publicada em edição extra do Diário Oficia no fim da tarde desta terça-feira e libera o uso de máscaras ao ar livre a partir do dia 3 de novembro

máscaras
Foto Renato Alves / Agência Brasília

Novo decreto assinado pelo governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha, altera a obrigatoriedade do uso de máscaras como medida preventiva contra a covid-19. A partir do dia 3 de novembro, as pessoas estão liberadas e não precisarão usar o acessório de proteção em locais de ar livre. 

Publicada em edição extra do Diário Oficial do DF, a norma destaca que o uso das máscaras ainda seguirá sendo obrigatório em espaços públicos fechados, e agora o decreto Nº 40.648 passa a vigorar com as alterações: 

“Art. 1º Fica determinada a obrigatoriedade da utilização de máscaras de proteção facial, conforme orientações da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, em todos os espaços públicos fechados, equipamentos de transporte público coletivo, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços e nas áreas de uso comum dos condomínios residenciais e comerciais, no âmbito do Distrito Federal, sem prejuízo das recomendações de isolamento social e daquelas expedidas pelas autoridades sanitárias”

O decreto Nº 42.656 ainda trata de outras determinações como o funcionamento do comércio e “O horário de funcionamento das atividades deverá observar o disposto na licença de funcionamento”. 

Atualmente, a taxa de contaminação da covid-19 no Distrito Federal está em 0,79. O número indica uma regressão da doença na capital. Os casos reduziram e a campanha de vacinação segue avançando no DF. 

Com relação ao número de vacinados, 2.241.624 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19, o que significa 74,73% do público em geral e 86,94% das pessoas com 12 anos ou mais. Já a segunda dose, no DF, 1.505.134 já receberam a D2 e 58.250 foram vacinadas com dose única. Os dois números representam 51,22% do público geral ou 60,63% das pessoas com 12 anos ou mais. A dose de reforço foi aplicada em 90.385 mil pessoas no DF. 

 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?