fbpx

Covid-19: DF começou a vacinar jovens a partir de 18 anos

Com o alto engajamento dos jovens, o Distrito Federal chegou ao terceiro lugar no ranking nacional de imunização

vacina, covid-19, df, ibaneis rocha
A vacinação contra a Covid-19 para pessoas a partir dos 18 anos começou nesta terça-feira (12) – Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Nesta terça-feira (17), chegou a vez de outra ala da geração Z começar a se vacinar contra a Covid-19: os “xovens” a partir de 18 anos. Esse seleto grupo que vem provando por meio das redes sociais que vacinar não é nada “cringe” pôde contar com a disponibilidade da vacina desde o meio-dia de hoje.

O horário tardio em relação ao último grupo se deve pelo fato do DF ter recebido o insumo necessário à vacina (diluente) na noite de ontem. Sendo assim, foi preciso um pouco mais de tempo para a preparação das doses. Para dar início a esta nova fase da vacinação,  foram recebidas 55.150 doses de CoronaVac e 60.840 doses do imunizante da Pfizer.

O intuito do planejamento feito no DF é avançar na imunização de adolescentes para o conjunto da faixa etária, e não somente para aqueles com comorbidades. Entretanto, isso depende da chegada de mais doses – as quais possuem previsão de chegada ainda nesta semana.

O secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, informou através de entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira (16) que mais de 75% dos moradores do DF com mais de 18 anos já receberam a primeira dose ou a dose única.

Considerando o conjunto da população, 60,25% do quadradinho foi imunizado pela primeira dose. Já a segunda dose tem um índice de imunização com 29,85% da população com mais de 18 anos e a 22,59% do total de moradores da capital. Estes números colocam o DF no 3º lugar no ranking nacional de imunização.

Variante Delta

O secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, disse que já foram identificados 87 casos da variante Delta. Desse total, 53 são mulheres e 34, homens. As faixas etárias com mais casos são de pessoas entre 20 e 29 anos (21) e entre 50 e 59 anos (22).

Okumoto lembrou que cidades de outros países, como Nova York e Tel Aviv, voltaram a exigir o uso de máscaras em razão da retomada dos casos, especialmente da variante Delta. Ele reforçou a importância das medidas de prevenção.

*Com informações de Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?