Conheça os 6 tipos de queijos mais vendidos e confira as sugestões de consumo

Ver um queijo derretido abre o apetite, não é mesmo? Separamos os nossos queijos preferidos de cada tipo com as melhores marcas do Brasil para aquecer o seu inverno

Se tem uma  comida que praticamente todo mundo gosta, é o tal do queijo… Por isso, a origem da  iguaria é disputada por diversas civilizações.  Já em relação ao consumo, os franceses são os líderes: cada francês consome em média 22 quilos de queijos por ano. Por este motivo, a variedade do país também se destaca com mais 400 tipos diferentes.

Descoberto por acaso

Dentre as histórias contadas, o ponto em comum relata que um comerciante levou para uma de suas longas viagens leite de cabra em um cantil feito de estômago seco de carneiro.  Após atravessar uma montanha, sob um sol muito quente foi beber o leite e se deparou com um líquido ralo, quase transparente que é o soro do leite.

Com muita fome e curioso, o viajante abriu o cantil e viu que o leite tinha se transformado numa massa branca, de paladar razoável para um homem com fome. E teve a ideia preparar a iguaria com mais sabor e tempero para prolongar a vida do leite. E assim, nasceu o queijo!

Uma reação química natural

O que aconteceu no cantil feito de pele de carneiro com o tal viajante, foi uma reação química. O resíduo de coalho existente no estomago do carneiro parcialmente seco  coagulou o leite, transformando-o em coalhada.  Tal história se passou há milhares de anos e, até hoje o princípio de qualquer receita de queijo é a coagulação do leite, porém de maneira muito mais higiênica e prática.

Uma explosão de sabores

A diversidade de receitas e tipos de queijos existentes no mundo hoje é praticamente incalculável. Isso porque a grande maioria  da produção ainda é artesanal.

Você  conhece os  seis tipos de queijos mais consumidos? Listamos nossos preferidos, e indicamos sugestões de consumo para o seu deleite!

#1 Queijos frescos de massa mole

Queijo Minas Frescal

Queijo Minas Frescal

Características: queijo fresco, branco, salgado

Origem: Brasil

Sugestão de consumo:  puro aos pedaços,  como petisco temperado com azeite e ervas em sanduíche ou em saladas.

Ricota Fresca

Ricota Fresca
A ricota fresca pode ser encontrada nas prateleiras dos supermercados tanto em forma de queijo quanto como creme de ricota.

Características: queijo fresco, branco, levemente salgado. Na receita original leva leite de vaca e de ovelha

Origem: Itália

Sugestão de consumo:  ideal para o preparo de patês, misturados com requeijão, ou apenas azeite e cebolinha acrescido de um pouco de sal.

 

Cottage

Queijo Cottage

Características: o cottage possui um textura heterogênea granulosa e cremosa. Seu aroma é lácteo e o sabor ligeiramente acidulado, fresco e sutil. É o segundo queijo mais consumido nos Estados Unidos. Assim como os demais queijos frescos, é muito indicado para dietas de emagrecimento por ter baixo índice de gordura.

Origem: Inglaterra

Sugestão de consumo:  com torradas ou biscoitos salgados com folhas de hortelã.

 

#2 Queijos frescos de massa filada

Mussarela

Queijo Mussarela
O queijo mussarela pode ser encontrado em peça inteira ou fatiado

Características: de sabor fresco,  com grande presença de sabor lácteo, agradavelmente ácido. Quando fresco sua textura é tenra e borrachuda. Após onze dias de maturação, adquire consistência mais cremosa e fundente, ideal para utilização em pizzas. Geralmente é produzido com leite integral fresco pasteurizado. É muito consumido no Brasil. Reponde por cerca de 30% do volume total da venda de queijos no país.

Origem: Itália

Sugestão de consumo: é um queijo muito utilizado para uso culinário, pois apresenta bom desempenho de textura e harmonização de sabor tanto frio quanto quente e derretido.  Delicioso em sanduíches quentes e frios, saladas, compondo receitas de pizzas, massas e recheios.

Provolone

Queijo Provolone

Características: levemente picante

Origem: Itália

Sugestão de consumo: perfeito para derreter em chapas e churrasqueira acompanhados com pão. Mas também é um ótimo aperitivo para comer puro em cubinhos.

 

#3 Queijos de massa mole com mofo branco

Brie

Queijo Brie
O queijo brie é encontrado tanto em peças inteiras, todavia é mais vendido fracionado no formato triangular. Pois as peças inteiras costumam ser grandes.

Características: sabor suave e intenso. Considerado o rei dos queijos por alguns especialistas.

Origem: França

Sugestão de consumo: perfeito para rechear massas folhadas assadas, também fica delicioso com com geleia de frutas vermelhas e /ou de pimenta. Derretido ao forno coberto com tomates secos, ervas e macadâmia também é maravilhoso.

 

Camembert

Queijo Camembert
As peças do queijo Camembert costumam ser bem menores do que as do Brie, por isso são vendidas inteiras.

Características: sabor suave e levemente picante.

Origem: França

Sugestão de consumo: coberto com mel e amêndoas, puro ou derretido  no forno com calda de peras.

 

#4 Queijos de mofo azul

Gorgonzola

Queijo Gorgonzola

Características: sabor intenso e picante.

Origem: Itália

Sugestão de consumo: cortado em cubos em tábuas de queijos e frios, em salada com damasco e para elaborar molhos em combinação com outros tipos de queijo.

 

#5 Queijos de massa firme

Prato

Queijo Prato
É encontrado nas prateleiras do supermercados tanto fatiados, quanto em peças inteiras.

Características: sabor suave e amendoado.

Origem: Brasil

Sugestão de consumo: muito usado em sanduíches, pois derrete com facilidade. Como acompanhamento, combina com embutidos de carne, quentes ou frios.

Parmesão

Queijo Parmesão
O Parmesão é vendido tanto em peças inteiras, como em pedaços ( cunha) ou já ralados.

Características: sabor salgado um pouco picante e com cristais.

Origem: Itália

Sugestão de consumo: delicioso para acompanhar massas e para gratinar pratos. A forma mais consumida é ralada ou em lascas

 

#6 Queijos semiduros

Gruyére

Queijo Gruyere

Características: sabor pronunciado com poucos furos (olhaduras).

Origem: Suíça.

Sugestão de consumo: perfeito tábuas de queijos e lanches quentes, como Raclette, um prato suíço típico em que o queijo aquecido e derretido é derramado em cima do prato geralmente composto de batatas e presunto, mas podendo também apresentar as com lombo defumado, salame ou ainda  picles, cebola e mostarda de frutas.

 

Estepe

Queijo Estepe
Queijo Estepe Santa Clara

Características: suave e levemente adocicado.

Origem: Brasil.

Sugestão de consumo: ideal para  lanches acompanhados de um bom café.

Emmenthal

Queijo Emmental

Características: É um queijo com buracos (olhaduras),  de sabor adocicado, amendoado  com aroma de leite.
Origem: Suíça

Sugestão de consumo: Muito utilizado no Fondue e do Croque-Monsieur, um sanduíche famoso da França,  assado no  forno onde o pão é embebido em um creme de ovo, com creme de leite e nos moscada, recheado com presunto e coberto com o queijo.

Reino

Queijo Reino

Características: sabor intenso e levemente picante.

Origem: Brasil

Sugestão de consumo: melhor consumir frio. É ótimo para petisco acompanhado de azeitonas verdes.

 

Gouda

Características: sabor suave e amanteigado.

Origem: Holanda.

Sugestão de consumo: É um queijo bem diversificado, pois combina com muitos sabores, indo bem em sanduíches ou cortado em cubinhos em saladas e tábuas de frios com  castanhas e  frutas secas.

Já escolheu o seu tipo de queijo favorito?

É difícil, escolher um só. Cada ocasião, prato, bebida e companhia pede um tipo diferente… Então aproveite nossas dicas e bom apetite!

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?