Cinema: Em sua segunda fase, o Festival “É Tudo Verdade” exibirá 61 documentários 

Todos os filmes terão sessões gratuitas exibidas pelo site do festival. Os documentários premiados serão classificados para apreciação à disputa do Oscar em 2021

Foto: Divulgação/Festival É Tudo Verdade

O festival “É Tudo Verdade” dá início a sua segunda fase nesta segunda-feira (23) com direito a filme exibido em cine drive-in em São Paulo. Calma, você que não mora na capital paulista também terá acesso aos documentários, pois com a pandemia do coronavírus a 25ª edição do festival teve que se adaptar e disponibilizar os produtos culturais via streaming.

Além desta alteração, o evento foi dividido em duas fases. A primeira ocorreu em março e apresentou 30 documentários. Era esperado que a segunda acontecesse já nas salas de cinema, mas devido às medidas de precaução sociais ao COVID-19 isto não foi possível. Vale ressaltar que este é o maior festival do gênero do Brasil, um dos maiores da América Latina e irá até o dia 4 de outubro.

“Circunstâncias emergenciais exigem soluções excepcionais. A pandemia inviabilizou nossa 25ª edição em salas, mas vamos celebrar esta marca histórica com uma segunda etapa também digital, reafirmando, em sintonia com nossos patrocinadores e parceiros, a tradição de excelência de nossas competições, sessões especiais, palestras e debates”, declarou Amir Labaki, diretor-fundador do É Tudo Verdade.

Cronograma e informações

Na segunda fase do evento serão exibidos 61 documentários da mostra competitiva, com direito a dez longas brasileiros no páreo. O documentário que abrirá a etapa será A Cordilheira dos Sonhos, de Patricio Guzmán, que discorre a ditadura no Chile. O filme foi um dos vencedores do Olho de Ouro de Melhor Documentário no Festival de Cannes do ano passado. Ele será exibido em formato drive-in hoje, a partir das 20h30, para convidados restritos. Porém, acontecerá uma transmissão online gratuita aberta ao público, neste mesmo horário, pelo site do festival.

Todos os outros filmes serão apresentados por intermédio do streaming e participam da mostra competitiva. Os documentários premiados pelos júris do festival, tanto na competição brasileira quanto na internacional, em qualquer tipo de metragem, serão diretamente classificados para apreciação à disputa do Oscar do ano que vem.

Os dez longas brasileiros estarão disponíveis em sessões diárias, às 21h. No dia seguinte à exibição, sempre às 17h, os diretores desses filmes participarão de debate online, disponível no site do festival.

Mais informações e a programação completa podem ser conferidos no site do festival.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?