fbpx

Anvisa deverá receber em breve pedido de uso emergencial do spray contra a Covid-19

spray
Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro confirmou em uma rede social que em breve a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deverá receber o pedido de análise para o uso emergencial do Spray Nasal EXO-CD24, desenvolvido pelo Centro Médico Ichilov de Israel.

“Falei ontem por telefone com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que nos parabenizou pelo sucesso da campanha de vacinação em Israel. Concordamos em cooperar no desenvolvimento de medicamentos e vacinas contra o coronavírus. Espero que nos encontremos em breve”, mensagem de Benajmin Netanyahu, primeiro ministro de Israel.  

Na última sexta-feira (12), o presidente confirmou que o Brasil participaria da terceira fase de testes do spray. A participação do país nos ensaios clínicos também depende de autorização da Anvisa. Ainda de acordo com Bolsonaro, 30 pacientes que apresentavam sintomas moderados ou graves da covid-19 se recuperaram. O tratamento com o spray dura cinco dias e o medicamento é inalado uma vez por dia. 

No Brasil, no ano passado, a Universidade de São Paulo começou a realizar estudos para desenvolver um medicamento similar. 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?