fbpx

Solidariedade e sensibilidade para as demandas coletivas podem ser a saída para o conflito

O mês de março começa com dois aspectos do planeta Mercúrio em Aquário: a quadratura com Lilith em Touro (02/03) e o trígono com o Nodo Norte em Gêmeos. No primeiro caso, pode ser que as questões relacionadas às necessidades humanas emocionais de afeto e de contato físico desafiem as inovações tecnológicas sugeridas racionalmente ou intelectualmente. Conciliar as duas esferas, provavelmente, é um dos desafios que temos para 2021.

Já o trígono com o Nodo Norte nesta quarta-feira (03/03) indica que o propósito coletivo pode ser uma reformulação das nossas formas de aprendizagem e comunicação. Interações sociais e disseminação de informações podem começar a ser pensadas de forma mais profunda, tendo em vistas as dificuldades com golpes, mentiras, boatos e fofocas que se espalham rapidamente pela internet.

Conflitos verbais

Na sexta-feira (05/03), com a entrada de Marte em Gêmeos, nossa necessidade de trocar ideias, disseminar informações e expressar opiniões pode se intensificar. Debates e conflitos verbais, ou por meio das mídias sociais, estarão muito visíveis.

Não estranhe se você presenciar bate-bocas entre autoridades e discussões acaloradas de pessoas comuns em público. A disputa e a polarização de ideias e ideais pode assumir um nível bastante alto no período. Uma boa estratégia para lidar com essa energia é evitar entrar em discussões para as quais você não está devidamente preparado. Na verdade, se precisar entrar em um conflito, pense duas vezes no potencial benefício ou prejuízo que ele vai lhe trazer.

Revelação de segredos

Nesse mesmo dia, Mercúrio e Júpiter ficam conjuntos em Aquário. Esse aspecto amplia o potencial para descobertas, insights, revelações de segredos e informações desconhecidas que afetam o coletivo, criação de novas formas de estruturar a forma como nos comunicamos e partilhamos conhecimento. É interessante perceber que o período também pode estimular novas ideias sobre a organização coletiva.

De qualquer forma, todo o debate e discussão verbal podem estar nos preparando para a Lua Nova de Peixes, que ocorre no dia 13 de março. Nesse momento, é interessante olhar para as suas próprias motivações e perceber se estão alinhadas com o que o coletivo precisa nesse momento.

Até porque, no dia 11, o Sol faz uma conjunção exata com Netuno em Peixes, permitindo que possamos jogar luz nas nossas emoções, e os sentimentos coletivos que estão sendo mobilizados. Nosso egoísmo e nossa desconsideração pelo interesse público podem ficar dolorosamente visíveis nesse momento.

Atitudes coletivas

Você está remando em conjunto com os demais, a favor da mudança necessária para todos, ou está apenas tumultuando o processo? A resposta talvez seja bastante desconfortável, especialmente quando confrontamos nossas dificuldades internas, inseguranças e vulnerabilidades. Ainda que saibamos que elas existem, percebê-las com clareza é sempre um processo dolorido.

No dia 14 de março, Vênus também faz conjunção com Netuno e pode trazer um alívio interno para nossos sofrimentos. A expressão artística fica muito favorecida nesse período, bem como a sensibilidade para as necessidades daqueles que, muitas vezes, são invisíveis para nós. Solidariedade, cooperação, atitudes coletivas de auxílio aos mais necessitados podem ser expressões coletivas dessa energia.

Que tal desenvolver alguma iniciativa útil aos demais? Se esse é o seu desejo, o céu fornece o combustível necessário para a realização desse projeto.

Quer saber mais sobre o que 2021 traz para todos nós? Confere aqui.

Quer saber mais sobre Lilith em Touro? As informações estão aqui.

coletivo

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?