fbpx

Pesquisa quer ouvir empresas sobre novo formato de licenças maternidade e paternidade

pesquisa

Family Talks está realizando uma pesquisa para entender melhor os desafios que as empresas lidam para garantir a pais e mães tempo com seus filhos recém-nascidos

A taxa de adesão ao Programa Empresa Cidadã ainda é baixa no país, apenas 17% das 500 mil empresas elegíveis. Para mudar esta realidade e garantir que pais e mães possam ter tempo de qualidade com filhos recém-nascidos, o Family Talks e o 4Daddy  lançaram neste mês a pesquisa  “Licença Maternidade e Paternidade nas Empresas”.

O objetivo da pesquisa é investigar os desafios que as empresas enfrentam para garantir a pais e mães tempo de qualidade com seus filhos recém-nascidos, inclusive quanto à ampliação das licenças através do Programa Empresa Cidadã, que ampliou os tempos de licença maternidade e paternidade. No entanto, segundo a Unicef, a adesão ao Programa ainda é baixa no país: apenas 17% das 500 mil empresas elegíveis. 

“Ao longo das discussões, o problema foi destacado, surgindo, então, a necessidade de entender a realidade das licenças nas empresas,  o que ensejou o interesse na identificação do problema por meio da realização da pesquisa”, ressalta Rodolfo Canônico, especialista em Políticas Públicas para a Família pela Universidade Internacional da Catalunha e fundador e diretor-executivo do Family Talks.

 O tema já está em discussão na Câmara dos Deputados. No ano passado foi criado um “Grupo de Trabalho (GT) sobre Licença Parental”, que foi coordenado pelo Family Talks em parceria com a Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância. 

A missão do GT é mobilizar representantes do poder público, organizações da sociedade civil e setores empresariais e trabalhistas a debater o tema e alinhavar em uma proposta legislativa que considere os desafios referentes à proteção da maternidade e à promoção de cuidados adequados na primeira infância em consonância com a realidade nacional.

Como participar da pesquisa? 

Para participar da pesquisa, basta o link (http://bit.ly/pesquisanasempresas) e responder ao questionário, cujas perguntas foram elaboradas de modo a entender a situação atual sobre as licenças oferecidas pelas empresas privadas e públicas, de qualquer porte, seus desafios e as melhorias desejadas.  Podem responder a pesquisa qualquer colaborador, representando sua empresa, de qualquer porte ou segmento.

Com os resultados, se pretende gerar maior impacto na vida das crianças e de famílias a partir das empresas, avaliando a existência de possíveis problemas, além de identificar se há oportunidades de melhorias na lei e na difusão do Programa Empresa Cidadã. O intuito é que a análise dos dados coletados ocorra até 17 setembro e, a divulgação dos resultados, entre outubro e novembro de 2021. 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?