O que Henry Ford me ensinou [Bastidores de você]

Olá leitores da coluna. Vamos conversar sobre a capacidade realizar sonhos. Decidi escrever sobre esse assunto porque vejo pessoas em conflito sobre a sua capacidade de realizar sonhos ou a aceitação passiva dos supostos obstáculos que a vida coloca em seu caminhos.

Henry Ford foi um sonhador. Uma pessoa que acreditou em seu sonho e revolucionou a indústria, criando inclusive que todo um modelo econômico, o chamado fordismo. Ele acreditava que cada americano poderia ter um carro fabricado em sua empresa.

Ford dizia sempre que “se você pensa que pode ou pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.” O que ele quis dizer com isso é que se você acredita no seu sonho e o persegue com todas as forças, certamente vai conseguir atingir seu objetivo. Para uns um determinado sonho será mais fácil, para outros será mais difícil, mas se a pessoa acredita, ela conseguirá chegar onde deseja.

Por outro lado, quando uma pessoa acredita ser incapaz de fazer alguma coisa, ela também estará correta, pois de fato jamais conseguirá realizar seu sonho e no final ela afirmará que aquilo que ela sonhara era impossível.

Quero com isso mostrar que sua posição diante de seus sonhos é que vão construir o que você realmente é e como você vai lidar na busca de seus sonhos. Portanto, se uma pessoa que realiza, ou uma pessoa que se acomoda com aquilo que a vida lhe dá.

Lembro-me de Cortela que, em suas bem humoradas palestras, fala que o pessimista é na verdade um grande folgado. Isso porque se a pessoa diz que nada pode ser feito, não há esforço a ser realizado e mais, ele ainda coloca em si uma aura de que é na verdade uma pessoa realista.

Sua posição

Minha pergunta para você é justamente essa, onde você se coloca na vida, como uma pessoa que age ou aquela que espera algo dar errado para dizer que sabia que era impossível.

Se você é dessas pessoas que se consideram “realistas”, convido-o a pensar um sonho e arriscar a realizá-lo, eu posso te garantir que algumas coisas acontecerão…

Primeiro

Garanto que você encontrará pessoas para dizer para você que esse seu sonho está errado, que aquilo que você pretende não vai dar certo e mesmo que você diga que acredita, essa pessoa que é sua “amiga” vai dizer: “se não deu errado ainda, é porque não chegou a hora”.

Segundo

Garanto a você que haverá momentos que sentirá muita vontade de desistir, pois dificuldades vão aparecer no caminho. E quem poderia dizer que passaríamos por essa pandemia e ficaríamos reclusos em nossas casas? Esse é só um dos inúmeros exemplos que poderia dar.

Terceiro

Garanto que vai acontecer é a presença dos “secadores”, aqueles que falsamente vão torcer para seu sucesso. Mas no fundo estão morrendo de inveja de você e vão atrapalhar seu caminhar.

Quarto

Você tomará tombos! Fará coisas erradas e que vão atrasar seus projetos, seus sonhos e vai tender a perder a esperança. Como tendemos à estabilidade, ficamos dizendo para nós mesmos que é melhor desistir.

A realidade

Agora, há um ponto que é mais pesado que esses todos juntos. É o fato de que para a pessoa que busca de verdade seus sonhos, que cai, levanta, corre, chora, fica com raiva, fica triste, mas isso tudo é menor do que o gosto doce do sonho realizado. E digo mais, essa pessoa, quanto mais luta por seus sonhos, mais o seu mundo se alarga e maior se torna a sua vida.

Então meus caros leitores, ainda que até hoje vocês tenham sido pessimistas, derrotistas, pessoas que não acreditam em seus sonhos… Sugiro um desafio: tente buscar um sonho e ir atrás dele com todas as forças.

Garanto que se você fizer isso uma vez sentirá a doçura que é ter um sonho realizado. Voltando a Henry Ford: “as pessoas não fracassam, elas simplesmente desistem” de seus sonhos.

E para você que mesmo após isso tudo que foi escrito, que ainda acha que não é possível fazer diferente, deixo uma mensagem para reflexão: “Não posso mudar o que fui, mas posso construir o que serei”.

Bom fim de semana, meus amigos.

Sigam o autor no Instagram @robsonpribeiro  e no Facebook @robsonpaiva

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?