Governador de Goiás suspende funcionamento de comércios

Parque Mutirama. Foto: Prefeitura de Goiânia

Estado suspendeu todos os grandes eventos, shoppings, cinema, academias, entre outros, pelos próximos 15 dias. Mutirama e Zoológico também estão fechados para visitas.

 

Como forma de evitar a disseminação do coronavírus, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), assinou um decreto na noite de terça (17), suspendendo as atividades em comércios, cinema, shoppings, clubes, bares, feiras e academias do estado, pelos próximos 15 dias. A medida começa a valer a partir da quinta-feira (19).

O mesmo documento também suspende, pelo mesmo período, outras atividades, como excursões, reuniões religiosas e entrevistas coletivas. Entretanto, estabelecimentos que atendem necessidades básicas, como supermercados, padarias e farmácias poderão permanecer abertos.

A medida é uma edição do primeiro decreto assinado pelo governo, na última sexta-feira (13), que declarou situação de emergência em saúde pública, e suspendeu as aulas na rede pública e privada, eventos de qualquer natureza e visitação a presos.

Casos confirmados em Goiás

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou na manhã desta quarta-feira (18) que subiu para 12 o número de casos confirmados de coronavírus (Covid-19). No estado, sendo 2 casos em Anápolis, 3 em Rio Verde, 5 em Goiânia, 1 em Jataí e 1 em Aparecida de Goiânia. Há ainda outras 230 notificações suspeitas, mas não há confirmação de óbitos em Goiás.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?