Giro de notícias internacionais

De LeBron James e Obama ao Prêmio Nobel: saiba o que está acontecendo de mais importante ao redor do mundo

Montserrat Cobos Rodriguez Crédito: Getty Images/iStockphoto

Obama e LeBron James

Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, saudou LeBron James depois do jogador conquistar seu quarto título na NBA .Fora ele, outras personalidades consagradas do esporte e da política também festejaram o campeonato dos Los Angeles Lakers.

LeBron se tornou o primeiro jogador da liga norte-americana de basquete a receber o prêmio de jogador mais valioso da final da NBA (MVP) com três times diferentes. O feito foi alcançado após o Lakers derrotar o Miami Heat por 4 a 2 na série de melhor de sete partidas da final.

Segue o post feito no Twitter por Obama:

“Orgulhoso do meu amigo @KingJames por seu quarto título, quatro MVPs da final e por não somente fazer jus às expectativas depois de 17 temporadas, mas superá-las como um líder extraordinário, tanto na quadra quanto na arena pública lutando por educação, justiça social e nossa democracia”.

LeBron é uma das vozes mais destacadas da liga na defesa da justiça racial e no clamor para que os cidadãos do país votem na eleição presidencial de novembro.

Espanha: Direitos iguais nos salários

Após anos de luta é chegado o dia de glória. Hoje (13) o governo espanhol chancelou um decreto que proíbe a desigualdade salarial entre gêneros. Yolanda Díaz, ministra do Trabalho, concedeu coletiva de imprensa nesta terça-feira e deu a notícia ao mundo.

“A partir de hoje, um homem e uma mulher não podem mais receber remuneração diferente”, declarou a chefe de Estado após a reunião semanal de gabinete.

Segundo a ministra, os regulamentos vão obrigar as empresas a manter registros de salários por gênero e divulgar esses documentos.

Prêmio Nobel

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da Organização das Nações Unidas (ONU) faturou o Prêmio Nobel da Paz na última sexta-feira (9). O Programa trabalha em função do combate à fome e para conseguir estabilizar as condições para a paz em áreas atingidas por conflitos.

A entidade afirma que colabora com 97 milhões de pessoas, as quais estão em aproximadamente cerca de 88 países, anualmente. Segundo eles, uma em cada nove pessoas no mundo ainda não tem o suficiente para comer.

“A necessidade de solidariedade internacional e cooperação multilateral é mais notável do que nunca”, disse a presidente do Comitê Norueguês do Nobel, Berit Reiss-Andersen, em entrevista coletiva.

O prêmio é de 10 milhões de coroas suecas, ou cerca de US$ 1,1 milhão, e será entregue em Oslo no dia 10 de dezembro.

Facebook x antivacina

O Facebook divulgou nesta terça-feira (13) que vai começar a proibir anúncios que desencorajam os usuários a tomarem a vacina.

A rede social comandada por Mark Zuckerberg disse que os anúncios que defendam ou sejam contra legislação ou políticas governamentais sobre vacinas, incluindo para o coronavírus, ainda serão permitidos. A nova política entrará em execução nos próximos dias.

Até o presente momento o Facebook vetava anúncios com informações mentirosas sobre vacinas, permitindo a veiculação de propagandas e ideais dos opositores as vacinas, contanto que não houvessem informações falsas.

ONU x Combustíveis fósseis

O secretário-geral das Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu aos bancos de desenvolvimento que interrompam o apoio a projetos de combustíveis fósseis, aumentando a pressão sobre os credores públicos antes de uma cúpula sobre mudança climática que a França realizará no mês que vem.

Guterres pediu uma reunião virtual de uma coalizão de ministros da Economia e formuladores de políticas econômicas de dezenas de países para garantir que os bancos de desenvolvimento eliminem os investimentos em combustíveis fósseis, aumentem rapidamente o suporte à energia renovável e apoiem projetos para ajudar os mais expostos aos impactos das mudanças climáticas.

“Precisamos de velocidade, magnitude e liderança decisiva. Conto com essa coalizão para enfrentar o desafio. “Disse o secretário-geral em vídeo.

A França vai receber o que consideram ser a primeira reunião global de todos os bancos públicos de desenvolvimento para discutir a mudança climática, chamada Finance in Common Summit, em 12 de novembro.

*Com informações da Agência Brasil 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?