fbpx

Empresas de delivery ofertam condições especiais para microempreendedores em período de pandemia

Condições
Créditos: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Alguns apps estão oferecendo antecipação de pagamentos, taxas zero e até fundos de marketing

As restrições no comércio, ocasionadas pelos números atuais da pandemia da covid-19, afetaram diretamente os micro e pequenos negócios (MPE) do ramo de alimentação. De acordo com o último levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 70% da categoria profissional já se encontra nos canais digitais para dar continuidade ao serviço. Para oferecer melhor qualidade, conforto e auxílio a estes profissionais, os serviços de delivery têm flexibilizado algumas condições para diminuir os custos aos estabelecimentos e facilitar o uso das ferramentas.

O analista de relacionamento com o cliente do Sebrae Ivan Tonet destaca que o uso desses aplicativo influencia diretamente no número das vendas, ainda mais no contexto de restrição e lockdown. “Quando um micro ou pequeno negócio entra no Ifood, por exemplo, ele acaba chegando em clientes que possivelmente não conheciam seu serviço. Essas ferramentas trabalham com um raio de entrega grande. Com a adesão, ele acaba aliando o serviço de entregas e uma divulgação dos seus produtos na timeline dos apps”, observa.

Segundo Tonet, é preciso ser minucioso quanto as condições que as empresas de delivery cobram na hora de firmar o acordo. “A operação do restaurante deve estar bem estruturada. O tempo de preparo dos pratos, estoque devidamente abastecido e cardápio atualizado são alguns pontos que merecem atenção. A concorrência é grande dentro dessas plataformas, os pedidos são avaliados pelos clientes, impactando na posição em que o restaurante figura dentro dos aplicativos. Por isso, é importante investir em estratégias de fidelização com o cliente. Enviar o produto bem embalado, com recados personalizados ou um cartão com os contatos da loja costuma funcionar bem”, indica o analista.

Veja abaixo, algumas condições especiais oferecidas pelas principais plataformas de delivery no momento:

Rappi

Aplicativo de entrega que atua em nove países e mais de 300 cidades, com diversos segmentos. Possui mais de 30 milhões de usuários e 60 mil negócios.

Antecipação de pagamentos: o Rappi vai antecipar os repasses a todos os restaurantes parceiros em até sete dias após a venda, e continuará oferecendo esse benefício até o mês de junho;

Taxa zero: todos os novos estabelecimentos aliados que se cadastrarem no link https://www.restaurantes.rappi.com/br, com contrato assinado até o final de abril, terão isenção de taxas nos primeiros 90 dias de funcionamento;

Fundo de marketing: o Rappi também criou um fundo especialmente para apoiar restaurantes parceiros de pequeno e médio porte que terá iniciativas para aumentar as vendas por meio de cupons de desconto, que serão enviados diretamente aos aliados.

Ifood

Em agosto de 2020, a plataforma contava com 236 mil estabelecimentos cadastrados e recebeu pico de 44,6 milhões de pedidos.

Redução das taxas de comissão para os restaurantes parceiros de 23% para 18% para quem opera via entrega iFood e de 12% para 11% para os estabelecimentos que atuam no marketplace da companhia, mas com entrega própria.

Continuará antecipando pagamentos em até sete dias úteis após a venda, sem cobrança de taxas para isso. Essa medida será mantida pelos próximos três meses.

Vai ampliar a oferta de conta digital para mais 55 mil restaurantes parceiros. Até agora, a conta do aplicativo possui 75 mil usuários cadastrados. Os clientes podem realizar operações bancárias e adquirir maquininhas para os estabelecimentos.

*Com informações da Agência Sebrae de Notícias.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?